Sigam-me!!

Sigam-me!!

Sigam-me

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Bandidos fortemente armados estão plantando o terror no interior de Minas

Bandidos fortemente armados estão plantando o terror no interior de Minas. Explodindo caixas eletrônicos. De ontem pra hoje foram 3 cidades. O FDP tá tomando alguma providência?



Fonte Blog da Renata

CFSD PMMG CANDIDATOS POR VAGA




Fonte Blog da Renata

O POLICIAL MILITAR

"Ao ser acusado pela décima terceira vez por abuso de autoridade, o PM que já era bastante conhecido da bancada (Juiz, promotor , defensor público,  Dh... etc) foi alertado pelo magistrado em tom de brincadeira que ele já havia se tornado "cliente" assíduo naquele local, e muito embora não tenha sofrido qualquer condenação, por não existirem provas suficientes.

O PM serenamente respondeu aos questionamentos, e ao final da audiência de oitiva, debates e julgamento, perguntou ao magistrado se poderia fazer uma observação.  O Juiz respondeu que sim,  então o Policial disparou: __"Meritissimo Juiz", o senhor sabia que além de mim, existem aproximadamente outros 50 Policiais nesta cidade?

Pois bem, o senhor não conhece nem metade deles, alguns porque, apesar do juramento profissional que fizeram, optaram por levar uma vida menos arriscada, sem embates, sem acusações, sem audiências em seus dias de folga, sem flagrantes, sem stress; e outros policiais, ao perceberem o caminho inevitável pelo qual estavam seguindo, e portanto, percebendo o descaso da sociedade para com a nossa classe, simplesmente desistiram da guerra,  mas saiba que, se daqui pra frente, o senhor não receber mais a minha "visita", é porque provavelmente eu tenha me juntado a eles.

O PM então pediu licença e saiu.

"PARA QUE O CAOS SE INSTALE, BASTA QUE O HOMEM DE BEM NÃO FAÇA NADA!"

Vale a pena essa reflexão (...)


Fonte Blog da Renata

Desafios do Bolsonaro até a vitória, Entrevistas/Debates:




- 9/8 Band 22h15

- 17/8 RedeTV 22h

- 27/8 Jovem Pan 19h

- 27 a 31/8 Jornal Nacional

- 9/9 TV Gazeta/Estadão 19h30

- 19/9 Veja 9h

- 20/9 TV Aparecida 10h

- 26/9 SBT 18h20

- 30/9 Record 22h

- 4/10 Globo 21h30

Fonte Blog da Renata

DEBATE NA BAND BOLSONARO VAI DIZER:


BOLSONARO VAI DIZER:

Afirmações do Bolsonaro no debate da Band:

Na cara do Boulos: Terrorista vagabundo.

Na cara do Alckmin: Ladrão de MERENDA INVESTIGADO.

Na cara da Marina: Falsa evangélica que apoia o aborto.

Na cara do Ciro: Coronel e irmão corruptos, com filho traficante.

VITÓRIA NO PRIMEIRO TURNO


Fonte Blog da Renata

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Comandante Geral da PM defende o aumento da contribuição previdenciária para os policiais e bombeiros militares, como também faz a defesa do Governo de Fernando Pimentel

Na tarde desta segunda-feira, 7/8/2018, o deputado Sargento Rodrigues denunciou, da tribuna da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que o uso político da Polícia Militar de Minas Gerais, pelo atual Governo, agora foi oficializado. Às vésperas das eleições, o Comandante-geral da PM dá início a uma agenda de Encontros Regionais, realizados nas cidades sedes das RPM’s, com diárias pagas para todo o seu “estafe”. Logo nas primeiras reuniões, já ficou claro a atuação do Coronel Herbert Figueiró como assessor político de Fernando Pimentel, do PT.

Em apresentação, o Comandante, em defesa do governo, começa a falar da previdência dos policiais e bombeiros militares e afirma que mesmo se o Governador pagar os R$3 bIlhões, “a conta não fecha”, quando mostra números e faz insinuações dizendo que os militares precisam ter uma contribuição previdenciária maior, dizendo que só contribuem com 11,5% e “joga a culpa” nos reformados, militares da reserva e pensionistas. “Ele se confunde com Cabo Eleitoral de Pimentel e técnico da SEPLAG. Ele deveria defender a instituição com unhas e dentes, mas é o primeiro a jogar contra os militares”, destacou o deputado Sargento Rodrigues.

Ainda durante suas “palestras”, o Comandante Geral afirma, novamente, que se o Governador pagar os R$3 bilhões ao IPSM, os policiais e bombeiros militares teriam que cuidar da rede orgânica que o Governo paga com o tesouro (como se o tesouro do Estado fosse do Governador ou do Coronel). Agora, estão dizendo que a culpa é dos próprios militares. “Quando o Coronel Helbert Figueiró de Lourdes for até a sua região fazer reunião, pergunte se, como comandante, membro nato e Presidente do Conselho de Administração do IPSM, de acordo com a Lei 10.366/1990, que dispõe sobre o estatuto do instituto, se ele tem fiscalizado os desvios criminosos de Fernando Pimentel, do PT”, informou.



Fonte Blog da Renata

Governo estadual divulga escala de pagamento para o mês de agosto

Na primeira parcela serão depositados até R$ 3 mil para os servidores da Segurança Pública e da Fhemig

Os servidores estaduais de Minas Gerais vão receber a primeira parcela do salário neste mês – referente a julho – no dia 16 (quinta-feira), segundo divulgou na noite deste terça-feira as Secretarias de Estado da Fazenda e Planejamento e Gestão.
A segunda parcela está prevista para o dia 27 (segunda-feira) deste mês. Já a terceira deve ser paga pelo Estado no dia 31 de agosto (sexta-feira).
De acordo com o governo estadual, na primeira parcela serão depositados até R$ 3 mil para os servidores da Segurança Pública e da Fhemig.
Para os demais servidores, serão depositados até R$ 1,5 mil. Na segunda parcela, os critérios serão iguais aos da primeira.
Na terceira parcela, serão depositados os valores restantes para todos os servidores

Fonte Em.com.br

Dilma defende CPMF e diz que Brasil não paga muito imposto


A fala foi feita durante a aula inaugural do curso “O impeachment de 2016 como golpe de Estado”, realizada pela Universidade Federal de Mimas Gerais (UFMG).
A ex-presidente e candidata ao Senado por Minas Gerais, Dilma Rousseff (PT), afirmou, na noite desta terça-feira (7), que o Brasil não paga muito imposto e defendeu a volta da CPMF – imposto que taxava transações financeiras.

“Temos que parar com essa história de que no Brasil se paga muito imposto. Quem paga muito imposto é assalariado e classe média. Por isso acho muito grave não ter CPMF. A CPMF é em cima da transação financeira. Uma pessoa que tem transação de R$ 100 milhões de reais, paga 0,38% disso. Uma outra que tem transação de R$ 6 mil, paga  0,38%”, explicou.

A fala foi feita durante a aula inaugural do curso “O impeachment de 2016 como golpe de Estado”, realizada pela Universidade Federal de Mimas Gerais (UFMG). Na maior parte de seu pronunciamento, ela voltou a atacar o processo de impeachment e defendeu a necessidade de se discutir a questão.

Segundo Dilma, o impeachment teve como base de argumentação os subsídios dados a programas sociais. “Se não a pessoa nao conseguia comer, vestir, transportar e pagar o necessário para comprar a casa, é obrigação do Estado estar ali. E ainda falam em meritocracia. Se existe uma grande fake news no Brasil, é a tal da meritocracia”, afirmou.

Realizada na Faculdade de Educação da UFMG, a aula inaugural do curso teve presenca maciça de estudantes. Antes da entrada da ex-presidente no auditório, os presentes entoaram gritos de “Dilma senadora”. A organização do evento solicitou que não fossem feitos cânticos de conteúdo eleitoral por conta da legislação vigente.

Dilma argumentou que acha válido que o processo de impeachment seja de fato debatido. “Já viajei por diversas faculdades pelo mundo e ninguém estranha que exista um estudo aprofundado sobre o que aconteceu aqui. Um ministro ilegítimo da educação chegou a criar problema quando tentaram criar esse curto em outras universidades pelo Brasil”, disse a petista.

Ao todo, há 32 matérias de diversas áreas abordando o impeachment. Entre eles, uma argumentação jurídica contra o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), relator do impeachment no Senado. A assessoria do tucano não quis se manifestar sobre a classe.

A petista também alfinetou os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Antonio Anastasia ao citar o chamado “choque de gestão”, citado pelos tucanos como projeto que ajeitou as financas do Estado. “Quando falarem que da pra fazer mais com menos, você podem rir. É a tese do tal choque de gestão. É lorota, faz como?”.

Durante a fala, a ex-presidente fez diversas ponderações sobre sua gestão. Ao falar sobre o Ministério Público, ela classificou o ex-procurador geral Geraldo Brindeiro como “engavetador, segundo a imprensa”, e disse que “cometeu o erro” de segue a lista tríplice do MP para indicar o PGR - fazendo referência ao ex-PGR Rodrigo Janot, autor de denúncias contra ela e o ex-presidente Lula, além de outros membros das gestões petistas.

Apesar do alto números de matérias presentes no curso, não há docentes favoráveis ao impeachment. Segundo o professor Thomás Bustamante, que coordenou o curso, as aulas favoráveis ao processo não foram organizadas porque, segundo ele, não há argumentos “jurídicos ou Morais” que não indiquem que o impeachment não tenha sido um golpe.

“Desde 2016 eu não ouvi nenhum argumento jurídico ou moral que mostre, que prove, que aquilo não tenha sido um golpe. Só escuto ódio e preconceito”, disse Thomás Bustamante.

Rival de Dilma na disputa ao Senado, a candidata Duda Salabert (PSOL) também esteve presente na aula inaugural. “Vim porque minha esposa estuda na universidade e queria assistir”, contou.

Segundo Salabert, a disputa por votos da esquerda contra Dilma sera curiosa, mas com argumentos. “Um dos focos será na questão ambiental. O governo Dilma foi um desastre nessa area, e só lembrarmos da construção da usina de Belo Monte”.


Fonte O Tempo

Essas fotos do deputado Gonzaga com a Dilma são de 2010

Essas fotos do deputado Gonzaga com a Dilma são de 2010


Fonte Blog da Renata

terça-feira, 7 de agosto de 2018

O secretário helvecio Magalhães disse que a escala de pagamento ser a anunciada no início dessa semana.

O secretário helvecio Magalhães disse que a escala de pagamento ser a anunciada no início dessa semana. Fonte Itatiaia

Governo de MG diz ser 'fake' escala de pagamento de agosto que circula nas redes


O estado também não terminou de pagar os aposentados pelo mês de julho. Eles ficaram sem receber a terceira parcela

O governo de Minas não informou quantos aposentados ainda estão sem receber(foto: Alexandre Guzanshe / EM / D.A. Press)

O governo de Minas ainda não concluiu o pagamento dos aposentados do estado pelo mês de junho, cuja terceira parcela deveria ter sido depositada no dia 31 de julho. A Secretaria da Fazenda ainda não informou quantos estão nesta situação e nem a previsão do pagamento.

Governo diz que última parcela dos salários foi paga nesta quarta-feira

Governo de MG promete pagar restante da 2º parcela na segunda-feira
Após atraso, governo de MG diz que deve quitar parcela de salário hoje

Para os funcionários da ativa, o governo informou ter concluído o pagamento na quarta-feira (1) passada. O estado informou que o atraso do mês passado se deu por causa de um bloqueio de R$ 400 milhões do Tesouro Estadual pela União, que acabou revertido. A expectativa era que os inativos tivessem o restante do pagamento na sexta.


Segundo o sindicato dos servidores do estado (Sindpúblicos), os aposentados de todas as áreas ainda não receberam os proventos. Na sexta-feira, este sindicato e o dos servidores da Fazenda (Sinfazfisco) informaram ter recebido do governo a notícia de que o pagamento estaria previsto para terça ou quarta-feira desta semana.

Procurada pelo Estado de Minas, a Secretaria da Fazenda ainda não se posicionou. Também não informou quando será divulgada a escala de pagamento.

Escala fake

O governo de Minas informou que a escala de agosto ainda não foi divulgada, embora alguns funcionários estejam compartilhando datas nas redes sociais.

Servidores estão compartilhando pelas redes sociais um cronograma que supostamente seria a previsão de pagamento de agosto.  De acordo com o estado, no entanto, trata-se de fake news. De acordo com ela, os pagamentos seriam nos dias 17, 22 e 29 de asgosto.

O assessor do governo para Relações Institucionais com os sindicatos, Carlos Calazãs, esclareceu aos servidores que qualquer escala que não tenha sido divulgada por ele ou pela Secretaria da Fazenda é falsa. Segundo ele, o estado ainda está fazendo as previsões orçamentárias e contas para definir as datas do pagamento.

Fonte Em.com.br

Governo atrasa pagamento parcelado dos servidores aposentados em seis dias Terceira parte do escalonamento estava prevista para a última terça-feira (31)

O governo de Minas Gerais atrasou o pagamento do salário dos servidores aposentados em seis dias.

Inicialmente, no cronograma divulgado pelo Estado, a terceira parcela do salário seria feita na última terça-feira (31), mas apenas os servidores ativos e pensionistas receberam o pagamento.

Na ocasião, a Secretaria da Fazenda de Minas Gerais (SEF), disse, em nota, que os servidores aposentados seriam pagos na sexta-feira (3), o que também não aconteceu.

“Queria entender porque nós não merecemos receber junto com os outros servidores. Talvez quem mais precise são justamente os aposentados por causa desta questão etária”, ponderou Orlando Rodrigues.

“Fico indignado de ter que passar por essa situação após tantos anos de serviço”, declarou João Reis, de 67 anos.

“Minha mãe é professora aposentada e estamos passando até necessidades em casa”, explicou Mayara Lopes.

Esta não é a primeira vez que as pessoas que trabalharam para o Estado são deixadas no último “grupo”.

A reportagem de O TEMPO questionou o governo de Minas Gerais sobre quais seriam os critérios utilizados para a escolha da ordem de pagamento e quando os salários serão pagos, mas até a publicação desta matéria ninguém se manifestou.

Fonte O Tempo

A maldição do governo Pimentel!!


Nunca senti tanta vergonha do meu Estado de Minas Gerais como estou sentindo nesses dias. Sou funcionário público, e, por meio desse relato venho expôr a minha indignação e de muitos outros amigos funcionários que não sabem mais o que fazer perante o problema dos salários atrasados e sem data definida pra receber e ainda parcelados. Somos pais e mães de famílias e temos que honrar os nossos compromissos, mas como honrá-los se não temos dinheiro para tal “façanha”.

Nós não trabalhamos por esporte e sim porque precisamos. Parece  uma maldição desse governo Pimentel.
Mas garanto que os responsáveis por esta situação estão em suas belas casas com suas mesas fartas de comidas e bebidas arrotando burguesia, enquanto aqueles que labutam todos os dias, engolem o choro perante suas mesas vazias.

Fonte Blog da Renata

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Ministério Público faz operação para apurar denúncia de tortura dentro da Penitenciária de Três Corações, MG

Mandados de busca e apreensão são cumpridos na unidade e em residências de agentes.
O Ministério Público, através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpre 10 mandados de busca e apreensão em casas de agentes penitenciários e dentro da Penitenciária de Três Corações (MG) na manhã desta quinta-feira (2). Conforme o MP, o objetivo é apurar denúncias de tortura contra um preso da unidade.

Ainda conforme o MP, após a realização de uma investigação, nove agentes foram denunciados pela prática. Todos foram afastados de suas funções pelo Poder Judiciário.

Também a pedido do MP, foram expedidos os mandados de busca e apreensão para coleta de provas. A operação recebeu o nome de "Cruciato", que em latim significa tortura.

A pena prevista para o crime é de até 8 anos com aumento de até 1/3 em virtude de se tratar de agentes públicos denunciados.

O Ministério Público informou que dará mais informações sobre a operação no decorrer do dia.

Fonte G1

PMMG ABRIRÁ NOVO CONCURSO PARA O QUADRO DE PRAÇAS ESPECIALISTAS - ÁREA DE SAÚDE E MÚSICOS - 150 VAGAS - SALÁRIO DE R$ 4.098,43

Fui publicado no último dia 31/07, a autorização para um novo concurso da Polícia Militar de Minas Gerais, para o preenchimento de 150 vagas, sendo 50 vagas para auxiliar de enfermagem, 10 vagas para auxiliar de saúde bucal e 90 vagas para músico.

Para o ingresso no Curso de Formação de Soldados Especialistas (CFSd-QPE), é necessário ter nível superior de escolaridade, além do registro nos respectivos Conselhos.

A previsão é de que o edital seja publicado ainda essa semana!

Confira o quadro de vagas, conforme a Resolução publicada pela PMMG:




Fonte Blog Policia Pela Ordem 

CONFIRA A ENTREVISTA DE PAULO GUEDES, POSSÍVEL MINISTRO DA FAZENDA DE JAIR BOLSONARO - VEJA A ESTRATÉGIA ECONÔMICA A SER ADOTADA NO GOVERNO DE BOLSONARO CASO SEJA ELEITO

Confira Aqui



Paulo Guedes é economista com Ph.D em economia pela Universidade de Chicago. É também colunista da Revista Época e do Jornal O Globo.

Conheça um pouco mais sobre o Economista Paulo Guedes em uma reportagem da Revista Exame:

https://exame.abril.com.br/brasil/o-que-pensa-paulo-guedes-o-cerebro-economico-de-jair-bolsonaro/

CFSD PMMG CANDIDATOS POR VAGA

Número de Candidatos X Vagas

Teófilo Otoni
29 Masculino
114 Feminino

Pouso Alegre
28 Masculino
106 Feminino

Poços de Caldas
23 Masculino
80 Feminino

Sete Lagoas
17 Masculino
66 Feminino

Belo Horizonte
33 Masculino
122 Feminino

Juiz de Fora
23 Masculino
95 Feminino

Uberaba
26 Masculino
96 Feminino

Lavras
14 Masculino
57 Feminino

Divinópolis
17 Masculino
66 Feminino

Governador Valadares
20 Masculino
86 Feminino

Montes Claros
33 Masculino
141 Feminino

Ipatinga
12 Masculino
49 Feminino

Barbacena
12 Masculino
39 Feminino

*Via Cabo Nathan
APNM*
33.987494944

Fonte Blog da Renata

Amigos Policiais Militares, leiam esse texto. Texto do Cel Paulo Telhada:


Bem meus amigos, aqui estamos nós no 4º dia do desaparecimento da nossa Policial Militar
JULIANE DOS SANTOS DUARTE.
Observei muito as notícias e a evolução dos fatos nesses últimos dias, e resolvi me
pronunciar hoje muito indignado com toda a situação.
Onde estão os grupos que defendem as minorias??
Onde estão as passeatas e gritos de ordem??
Onde estão as camisetas e faixas “cadê a Juliane”??
Cadê os grupos radicais que lutam pela defesa das Mulheres, dos Pobres, dos Negros e
dos Homossexuais??
SIM!!
Ela é MULHER, NEGRA, POBRE E HOMOSSEXUAL!!
Alguém viu alguma declaração ou movimento por parte desses grupos? Porque eu não vi,
então se alguém tiver declaração desses hipócritas ai pode me mandar,
Na verdade, eu sei a resposta do porquê de ninguém se pronunciar a respeito da nossa
irmã de farda, o fato, é que simplesmente ela escolheu uma profissão que passa por
GENOCÍDIO no Brasil! Ela escolheu servir e proteger a população sendo uma Policial
Militar! e Essa condição dela, infelizmente, para esses grupos de defesa das minorias, anula
todas as outras questões, esquecem que ela nasceu e mora até hoje na periferia de São
Bernardo do Campo, que é negra, jovem, assalariada e homossexual. Na verdade o Policial
Militar hoje no Brasil é tratado por grande parte dos governos, da mídia e até da população
como um quase ACIDADÃO, quero dizer, o PM hoje parece que faz parte de outra
sociedade, que não têm direitos, que não é humano, que não é pessoa, que não é cidadão!
Devemos nos lembrar que ela estava de férias, havia ido visitar um casal de amigos que
tinha tido um filho e que mora dentro de uma comunidade chamada Paraisópolis, e dessa
comemoração foi juntamente com outras amigas até um estabelecimento comercial dentro
daquela mesma comunidade se divertir, e nesse local, quando se identificou como Policial
Militar após terem subtraído um celular de um amigo seu, foi surpreendida por 4 ou 5
criminosos encapuzados que vieram à sua procura, e quando a localizaram de imediato
dispararam contra ela ali mesmo e a sequestraram, levando-a à um local incerto
(informações de investigação da Polícia)
Muitos podem pensar: mas o que uma policial estava fazendo dentro de uma favela? Ora,
meus amigos, estamos querendo ser mais realistas que o rei? Ela não estava cometendo
crime algum, não estava na companhia de bandidos, nem se drogando, nem roubando, nem
nada! Ela estava simplesmente se divertindo na companhia de amigos e se identificou como
policial no local para recuperar o celular do amigo que havia sido furtado, inclusive essas
próprias amigas dela deram queixa na Delegacia sobre a ocorrência e passaram todas as
informações que presenciaram.

Mas e quanto a ela estar numa favela, numa periferia? Bem, nosso policial vem de onde?
Nós, por acaso, somos ricos? Viemos da alta sociedade? Eu, por exemplo, vim da periferia
da Zona Norte de SP, assim como a Juliane veio da Periferia de SBC. Nenhum policial que
lê esse texto ou vê as notícias nunca foi a uma comemoração na casa de um amigo num
bairro carente ou periférico, ou mesmo numa favela? Pergunto até, nenhum policial aqui
mora em uma favela? E por essa questão deixam de ser menos dignos por isso?
O fato, é que todos pré-julgamos a ocorrência e tiramos nossas conclusões precipitadas, no
momento que o correto seria cobrar da Polícia Militar e Polícia Civil empenho total em
encontrar a Juliane com ou sem vida, concentrando todos seus efetivos especializados e
demais esforços nas favelas do Paraisópolis e Colombo, elucidando o caso e prendendo
todos os marginais envolvidos no sequestro e agressão! Temos que dar uma resposta
áspera e contundente!
Essa ocorrência na verdade só prova pra mim e pra todos os paulistas e brasileiros, que as
favelas grandes de São Paulo estão cada vez mais dominadas pelos grupos criminosos
organizados e pelo tráfico de drogas, e não adianta dizer o contrário. Quantas prisões até o
momento? Nem um suspeito!!? Vamos realmente deixar acontecer o livre comércio ilícito
acontecer nessas favelas e fingir que está tudo bem? Vamos deixar o tráfico deliberar sobre
o sequestro, a vida e a morte de um Policial? Porque foi isso que aconteceu, não tenham
dúvida que o bandido líder daquela favela foi consultado antes dos facínoras irem ao
encontro da policial Juliane.
O Governo de São Paulo abandonou o combate ao crime organizado desde 2013. No meu
Comando na ROTA quando o Secretário de Segurança Publica era o Dr. Ferreira Pinto, nós
quase acabamos com o PCC, que chegou a retrair seus lucros ilegais à 10% do total em
apenas 2 anos de atuação direta, e agora, como está esse combate? Pergunto ao atual
Secretário, cadê o combate ao crime organizado? Essa ocorrência da Juliane é um exemplo
claro de que o crime organizado esta fazendo o que quer, e sem medo das consequências.
O atual Secretário de Segurança Pública só sabe deixar Policiais Militares de restrição
proibidos de sair às ruas para patrulhar após terem uma ocorrência de confronto, só isso
que sabe fazer, Policiais aptos a trabalharem e encostados por mais de 1 ano em suas
unidades sendo punidos por terem apenas trabalhado e defendido suas vidas e a sociedade
paulista.
Uma Vergonha!!!!
E por fim digo, CADÊ JULIANE?
QUEM SERÁ O PRÓXIMO?
PRECISAMOS DE MUDANÇAS!
Coronel Telhada

Fonte Blog da Renata

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

SERVIDORES DA FAZENDA ESTADUAL RECEBERAM EM JULHO AJUDA DE CUSTO DE ATÉ R$ 12.600


Mais de 3.400 servidores públicos da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) receberam em julho um acréscimo nos salários que impactou em R$ 24 milhões a folha de pagamento do funcionalismo de Minas. Os valores são relativos a uma “ajuda de custo” e variaram entre R$ 17,62 e R$ 12.634. Essa oscilação se deve à carreira de cada servidor fazendário. Quanto mais antigo e com cargo mais alto, maior o valor. Além dos funcionários efetivos, os de recrutamento amplo também foram beneficiados. Mais de mil funcionários receberam uma ajuda de custo acima de 10 mil.

Segundo um servidor da Fazenda ouvido pelo Aparte, a ajuda de custo é uma espécie de “indenização” paga pelo governo de Minas aos funcionários. “É um artifício de aumento de salário, uma maneira de burlar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)”, explicou o servidor, que pediu anonimato. “Como vem como indenização, os beneficiários podem receber acima do teto constitucional e não há incidência de impostos. Como é despesa de custeio, não se cobra imposto sobre ele”, completou.

O governo de Minas foi procurado nesta quarta-feira (1) para se manifestar sobre a ajuda de custo, mas não enviou os esclarecimentos até o fechamento desta edição.

As vantagens aos servidores da Fazenda acontecem em meio ao atraso no depósito das parcelas dos salários. Desde de fevereiro de 2016, o Estado tem escalonado os pagamentos em três vezes e, nos últimos meses, tem descumprido as datas do cronograma alegando não ter dinheiro em caixa para cumprir os compromissos. Com isso, milhares de funcionários públicos amargam dívidas em função dos atrasos.

Prevista para ser depositada no último dia 31, o governo de Minas Gerais disse ter pago nesta quarta-feira a última parcela do salário de julho, referente ao mês trabalhado de junho. O pagamento, segundo o governo, foi liberado para os servidores ativos e pensionistas. Já os servidores inativos ainda terão que esperar para ter o depósito em suas contas. Alguns servidores aposentados da Secretaria de Estado de Educação (SEE) também reclamavam do atraso do pagamento até a tarde desta quarta-feira.

Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda, o pagamento só foi realizado graças ao desbloqueio da conta do governo de Minas Gerais no Banco do Brasil. O Executivo estadual estava impedido de movimentar os recursos por causa de uma execução da dívida por parte do governo federal. Como a União já sequestrou os R$ 400 milhões referentes ao pagamento da parcela da dívida em atraso, as contas do governo foram liberadas.

Como informado na coluna desta quarta-feira, o governo de Minas pagou, na última semana, um valor extra de R$ 540 a parte do funcionalismo, relativo ao reajuste do auxílio-alimentação. O benefício atingiu, principalmente, os servidores com menores salários, que recebiam R$ 20 por dia em vale-refeição e passaram a ganhar R$ 47. (Angélica Diniz e Bernardo Miranda)

Enquanto governo parcela e atrasa salário, TCE e ALMG já pagaram parte do 13º

Com salários em dia, os servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) já receberam a primeira parcela do 13º salário. A situação contrasta com a realidade vivida por milhares de servidores do Executivo, que têm salário parcelado e ainda assim convivem com atrasos.

O ex-deputado estadual Durval Ângelo, empossado nessa quarta-feira (1) como conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, considera a situação desigual, mas não injusta. Para ele, no caso dos poderes Legislativo e Judiciário, o governador Fernando Pimentel (PT) cumpre a Constituição Federal.

“A constituição determina que aos outros poderes o duodécimo (orçamento que o governo passa aos poderes) seja pago até o dia 20 do mês anterior. Então acho que o governador está cumprindo, no caso, a Constituição. A partição do orçamento é que os duodécimos não são do Executivo, que não teria autonomia. Não sei se aqui (TCE) já recebeu, no caso da Assembleia já recebeu a primeira parcela do 13º, mas é só cumprimento da Constituição. Pode ser uma situação desigual, mas não é injusta. Está cumprido o que está na Constituição Federal”, disse Durval.

Atraso do atraso

Enquanto isso, aposentados e pensionistas do Estado ainda não receberam a última parcela do salário referente a junho. O pagamento estava previsto para terça-feira (31), mas deve ser feito até esta sexta-feira (3). Segundo o advogado-geral do Estado, Onofre Batista Júnior, uma retenção de recursos feita pelo governo federal provocou o atraso. 

Apesar da justificativa, em meses anteriores o governo não conseguiu cumprir a escala de parcelamento do salário, deixando milhares servidores inativos em apuros. Ou seja, o atraso do parcelamento é recorrente.

O secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, informa que a escala de pagamento do mês de setembro será divulgada nos próximos dias.

APÓS LONGOS TRÊS ANOS DE MUITA ARBITRARIEDADE, JUSTIÇA FORA FEITA E POLICIAL MILITAR QUE ERA MANTIDO PRESO INJUSTAMENTE, FOI INOCENTADO

No dia 27 deste mês, aconteceu no fórum de Almenara o julgamento de um policial que era mantido preso por um injustiça do poder judiciário, onde o mesmo no ano de 2015 teria agido em legítima defesa de transeuntes, onde os livraram de serem agredidos por um cidadão que se encontrava totalmente transtornado de posse de um machado na cidade de Divisópolis-MG no final de uma festa, sendo que o cidadão a todo momento partia para cima dos frequentadores do evento dizendo que iria mata-los.
O policial que estava de folga naquele local teve que agir dentro do que determina a lei, tendo se identificado como policial e determinado que o cidadão largasse o machado, tendo o mesmo partido para cima do policial para golpea-lo, sendo então necessário que agisse para defender-se efetuando três disparos com sua arma de fogo, vindo o infrator a falecer no local. O policial aguardou e solicitou socorro no local. Logo após foi encaminhado preso conforme determina a lei para a cidade de Almenara, onde permaneceu preso injustamente até a data de seu julgamento que foi nessa última sexta-feira.
O promotor de justiça que assumiu o caso após o inquérito ter passado nas mãos de mais dois promotores, reconheceu a legítima defesa praticada pelo policial militar e pediu sua absolvição, o que foi também reconhecida pelo corpo de jurados, os quais no veredito final, o inocentaram da acusação.
Na data do fato fora veiculado um vídeo onde mostrava a ação do policial e também mostrava que ele teria agido de ofício na defesa da sociedade, mas o ministério público e o judiciário entenderam diferente e mesmo com as imagens claríssimas, o mantiveram preso.
Fizeram-se presentes no julgamento, diversos policiais de várias localidades do Estado e também de outros estados, além de diversos cidadãos que foram em apoio ao policial, mostrando assim que a sociedade de bem esperava que ele fosse considerado inocente da acusação.
O militar que tem um filho de quatro anos de idade que praticamente não o viu crescer, agradeceu a todos os presentes e reafirmou que continuará no seu intuito primário que é defender a sociedade de seus malfeitores.
Participaram da defesa do policial militar dois advogados oriundos do estado da Bahia (DR WAGNER e DR LÁZARO) e o DR MARCO AURÉLIO DIAS ROCHA de Almenara, os quais o acompanharam por este três anos.
JUSTIÇA FORA FEITA
#FORCAEHONRASEMPRE

Fonte Blog da Renata

CONCURSO SOLDADO BOMBEIRO MINAS 500 VAGAS

- AVISO DE PUBLICAÇÃO Nº 2262/18 – DCS. Edital Nº 13 - CFSD BM 2020. O Coronel BM Respondendo pelo Comando da Academia de Bombeiros Militar de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais Resolve. I - Tornar Público o Edital n. 13/18 de 30 de julho de 2018, que trata sobre Concurso Público para provimento de vagas ao Curso de Formação de Soldados Bombeiros Militar Combatentes e Especialistas para o ano de 2020. II – Divulgar que serão ofertadas 500 (quinhentas) vagas, conforme quadro abaixo: Quadro de Praças combatentes (QPBM)Área; Total; Dist.; Sexo Combatentes; 465; 418; Masculino;; 47; Feminino Quadro de Praças Especialistas (QPEBM) (35 vagas) Área; Total; Dist.; Especialidade Motomecanização; 10; 04; Mecânica leve;; 04; Mecânica - Motor à Diesel gasolina/álcool;; 02; Eletricista de Autos Saúde; 20; 14; Técnico em Enfermagem;; 06; Técnico em Saúde Bucal Comunicações; 05; 03; Técnico em Informática/ Rede de Computadores;; 02; Técnico em Telecomunicações III – Esclarecer que o período de inscrição será de 01Out18 a 27Nov18 e o valor da inscrição é de R$ 81,96 (oitenta e um reais e noventa e seis centavos). IV – Informar que o edital poderá ser acessado nos endereços eletrônicos www.bombeiros.mg.gov.br ou www.gestaodeconcursos.com.br. Belo Horizonte, 30 de julho de 2018.(a)Tadeu do Espírito Santo, Coronel BM Respondendo Pelo Comando da Academia.

Pág 66 – terça-feira, 31 de Julho de 2018. Diário do Executivo Minas Gerais - Caderno 1

Agente Penitenciário Concursado é ASSEDIADO E PERSEGUIDO NO SISTEMA PRISIONAL


Sobre as supostas irregularidades dentro do CERESP- Juiz de Fora

O que aconteceu hj na portaria do Ceresp é inadmissível....
Servidor lotado na unidade prisional é impedido de entrar e exercer suas atividades laborais...
Seguindo uma determinação  um de seus coordenadores de segurança impediu a entrada do ASPEN, bem como determinou sua saída da portaria. Foi um CONSTRANGIMENTO sem tamanho....

Os Servidores que fizeram as denúncias junto com o agente removido, temem represálias, e pedem ajuda a toda classe.

1 -  Os Servidores não podem passar mal e se afastar de suas atividades laborais, porque o  Diretor de Segurança  faz comunicados de desvio de conduta,  e os coloca na pasta funcional do ASPEN.
                            ❌❌❌
2 -  No Ceresp existem 5 escalas de serviço:
     - 12x60 escala especial para o GIR.
     - 12x48 Escala para os agentes Mineiros.
     - 24x96 Escala especial para os cariocas.
     - 24x72 Escala dos agentes que trabalham no HPs.
     - Expediente.

Onde está a Isonômia? Todos prestamos o mesmo concurso público, pq essa diferenciação?
E de acordo com o artigo 5’ da constituição, todos somos iguais perante a lei.
                            ❌❌❌
3 - O GIR é regido pela portaria susep n’ 2, de 09 de maio de 2017, onde diz que o Asp que integra o GIR deve:
    -  Ser agente penitenciário do
Quadro de servidores efetivo.
    - Ter experiência mínima de 01 ano no cargo ou função de agente penitenciário.
    - Ter qualificação com curso dado pela ACASP ou EFES.
   Sendo conhecedor dos pré requisitos para ingresso no GIR, o ASP removido solicitou ao diretor de segurança e ao Diretor Geral o seu ingresso no GIR, o que não foi atendido, mesmo os diretores tendo ciência que o denunciante tinha toda qualificação e cumpria todos os requisitos da portaria. Atualmente o GIR é composto por um Total de 22 integrantes sendo eles: 05 Agentes efetivos com qualificação, 15 Agentes efetivos sem qualificação, e 02 Agentes prestadores de serviço.
                  ❌❌❌
4- O 01 do GIR,  deixou bem claro para os integrantes do GIR, que a liminar concedida aos agentes penitenciários mineiros, não vale no Grupamento, ameaçando colocar à disposição do Diretor , o agente que chegar barbudo na unidade. Como o Grupamento é composto por agentes voluntários, e a grande maioria não tem qualificação... São obrigados a atender a determinação.
                 ❌❌❌
5- Em uma reunião geral feita no refeitório da unidade prisional, foi perguntado ao Diretor Geral do Ceresp,  qual seria o critério para ser integrante do GIR; o mesmo disse que o critério era ele.
                  ❌❌❌
6- Foi denunciado também um suposto ato de prevaricação no interior da unidade,
Onde o coordenador de segurança , conhecido como “Gordim” recebia dinheiro dos agentes, que eram beneficiados com folga; em outras ocasiões ele assumia a responsabilidade do plantão, e ligava para o inspetor e falava pra não dar falta no aspen, pois quem iria cumprir o plantão era ele. Contudo a equipe ficava desfalcada, pois os líderes de equipe não
Tinham coragem de denunciar, porque o diretor de segurança tinha ciência,
E o coordenador era protegido dele.
                  ❌❌❌❌
7- Os agentes rotineiramente são punidos com troca de escala de serviço, é só questionar alguma ordem ilegal, ou fazer comunicado interno sobre postos de serviço; que a punição vem. Inclusive um servidor residente no estado do Rio de Janeiro, foi punido, sendo mudado da escala de 24x96 para a escala do expediente.
                   ❌❌❌❌
8- Agente residente no Rio de Janeiro, é proibido de trabalhar no plantão por ser homossexual,  obriga a cumprir a escala de expediente, e não
Deixa o mesmo fazer troca de serviço com agentes que trabalham na carceragem.
                      ❌❌❌❌
9- Existem agentes femininas desviadas da função, que são puxa saco e levam presentinhos para o mesmo, que não entram na escala de serviço no fim
De semana, e também não são escaladas no sobreaviso.
                     ❌❌❌❌
10- tem uma relação íntima com uma servidora desviada de função, exercendo suas funções como coordenadora do Penal.
                   ❌❌❌❌
11- Servidores sendo avaliados pelo diretor de segurança com nota baixa nas avaliações anuais, mesmo não tendo nada que desabone sua conduta como servidor público, ou nenhum tipo de comunicado em sua pasta funcional.
                 ❌❌❌❌❌
12- A direção usa a mão de obra dos presos, que somente recebem remissão de pena, para arrumar, concertar, lavar e
Polir Carros particulares dos agentes; tudo isso na oficina da UP.
Foi gerado DAE? Pra onde foi o dinheiro arrecadado? Quem recebeu esse dinheiro?
                ❌❌❌❌❌❌
13- A direção autorizava a família dos presos que trabalhavam na oficina, a levar alimentação, onde os próprios presos cozinhavam a sua alimentação, até churrasco foi feito.
                ❌❌❌❌❌❌
14- O preso foi diversas vezes comunicado pelos agentes, mas nunca passou por uma “CD” (comissão disciplinar), pois tem proteção da direção. Sabendo disso,  não respeita nenhum agente.
              ❌❌❌❌❌
15- Existe um quartinho na oficina do ceresp, onde estão guardadas as ferramentas particulares dos presos.  já falou em alto e bom tom, que ele tem mais de R$10.000,00 reais em ferramentas dele na unidade.
                ❌❌❌❌❌
16- Vários agentes são autorizados a portar seu aparelho celular dentro da unidade prisional, são eles:
  - Diretor Geral.
  - Diretor de segurança.
  - Diretor de atendimento.
  - 04 coordenadores de Segurança.
  - Coordenadora do Penal.
  - 03 motoristas.
  - 02 secretárias do diretor Geral.
  - 05 Líderes de Equipe.
  - 05 sub-líderes de equipe.
  - 02 Agentes da assessoria de inteligência.
  - 01 coordenador do GIR.
  - 01 coordenador do canil.
 
É autorizado o engenheiro que presta serviço ao Ceresp o uso de seu aparelho celular.
              ❌❌❌❌❌❌❌
17- O diretor de segurança  sai todos os dias na hora do almoço para buscar ou levar seu filho na aula.
               ❌❌❌❌❌❌❌
18- O diretor administrativo trata a grande maioria dos servidores de forma ríspida, com tom de voz alto e com autoritarismo.
                ❌❌❌❌❌❌❌❌

Estamos fartos de tudo que está acontecendo dentro do Ceresp, pedimos uma intervenção rápida do ministério público, pois estão acontecendo varias irregularidades e o diretor Geral não toma nenhum tipo de providência. Sendo conivente com tudo o que está acontecendo.

🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘🆘

Como iremos trabalhar agora? Sabendo tudo o que aconteceu com nosso amigo de farda. Isso foi um cala a boca... Somos uma minoria que gritamos, outras pessoas estavam se encorajando pra botar a boca no trombone... e acontece isso.....
Lamentável!!!!

Fonte Blog da Renata

Minas está infectada pelo virus letal da corrupção!!!!


A cada dia dar “nojo” ver os noticiários políticos,  Minas está contaminado de norte a sul! E a corrupção se generalizou de tal maneira, que mesmo que as instituições fechassem para balanço ia demorar muito tempo para se encontrar um novo caminho! E essa corrupção tomou proporção alarmante, depois que o (PT) assumiu o comando do governo Mineiro!Salários parcelados há quase 4 anos,  sem recomposição salarial, desvio de mais de 3 bilhões dos cofres do Instituto de saúde dos militares, saúde sendo velada,  a educação cada dia sendo enterrada.  Se você analisar bem, não existe em hipótese alguma nenhum político serio no Brasil.

A corrupção generalizada praticadas pelos políticos, à impunidade, a falta de seriedade com que as pessoas comuns e os Funcionalismo Público  são tratados, só incentiva a criminalidade! Pois as instituições que na pratica tinha que ser um bom exemplo, são as primeiras a se corromper, e com isso, a bandidagem se espelha nas falcatruas feitas pela classe política, e os bandidos passam a agir conforme agem aqueles que na pratica teriam a obrigação e o dever de ser um bom exemplo, e defender o povo mineiro.


Fonte Blog da Renata

DIA DO AGENTE DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIO DE MG


Concursos: Minas Gerais tem mais de 3 mil vagas até o fim do ano

Vários processos seletivos ainda se encontram com inscrições abertas; confira as vagas disputadas no estado
Enquanto os números do desemprego insistem em não arrefecer, os concursos públicos estão oferecendo mais de 3 mil vagas no estado de Minas Gerais até dezembro. Os cargos são para todos os níveis de escolaridade: fundamental, médio, técnico e superior.


Alguns processos seletivos já foram finalizados, mas ainda há vários em andamento, ou seja, já tiveram inscrições encerradas, mas ainda não realizaram as provas ou apontaram os selecionados.
Para quem se interessa por uma vaga, no entanto, ainda há muitas oportunidades cujas inscrições estão abertas. Para as vagas do Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro, o Hospital do Barreiro, por exemplo, as inscrições se encerram nesta quarta-feira, 1º de agosto.
Confira todas as oportunidades abertas no estado até o fim deste ano:

INSCRIÇÕES ABERTAS

Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro (MG)
Cargo: médio, técnico e superior
N° de vagas: 7
Salário: até R$ 12.875,57
Taxa de inscrição:
Status: inscrições abertas até hoje
http://www.hmdcc.com.br/

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG)
Cargo: nível médio e superior
Nº de vagas: 97
Salário: R$ 2.330,61 a R$ 5.671,67
Taxa de inscrição: R$ 60 (médio) e R$90 (superior)
Status: inscrições abertas até 10 de agosto
http://www.gestaoconcurso.com.br/concurso/

Prefeitura Municipal de São João Del Rei (MG
Cargo: fundamental, médio e superior
N° de vagas: 70
Salário: R$ 1.071,44 a R$ 3.168,92
Taxa de inscrição: R$ 60 (fundamental), R$ 85 (médio) e R$ 105 (superior)
Status: inscrições abertas até 30 de agosto
https://www.gestaodeconcursos.com.br/

Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG)
Cargo: analista de controle externo
Nº de vagas: 35
Salário: R$ 7.165,87
Taxa de inscrição: R$ 140
Status: inscrições serão abertas a partir de 6 de agosto
http://www.cespe.unb.br/concursos/tce_mg_18

 Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG)
Cargo: escrivão
Nº de vagas: 119
Salário: R$ 4.098,39 (Inicial)
Taxa de inscrição: R$ 160
Status: inscrições serão abertas em 12 de setembro
www.fumarc.com.br

Prefeitura de Santa Luzia (MG)
Cargo: nível fundamental, médio e superior
Nº de vagas: 335
Salário: R$ 1.1153,93 a R$ 6.201
Taxa de inscrição: R$ 50 (fundamental), R$ 60 (médio) e R$80 (superior)
Status: inscrições serão abertas em 12 de setembro
www.ibgpconcursos.com.br

Prefeitura de Arcos (MG)
Cargo: fundamental, médio e superior
N° de vagas: 324
Salário: até R$ 3134,49
Taxa de inscrição: R$ 50,00 a R$ 85,00
Status: inscrições serão abertas de 27 de agosto a 27 de setembro
http://www.arcos.mg.gov.br/noticias/visualizar/edital-do-concurso-publico-ja-esta-publicado-no-site-oficial-da-prefeitura-de-arcos

SELEÇÃO EM ANDAMENTO

Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG)
Cargo: soldados
Nº de vagas: 1.560
Salário: R$ 3.278,74
Taxa de inscrição: R$ 122,95
Status: inscrições encerradas em 30 de julho
https://www.policiamilitar.mg.gov.br/portal-pm/crs/principal.action

Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag)
Cargo: especialista em políticas públicas e gestão governamental (EPPG)
N° de vagas: 40
Salário: até R$ 5.100
Status: em andamento
http://concurso.fundacaocefetminas.org.br/site/processo_seletivo_detalhes.aspx?id=140CCC5D413ABB8A


Instituto Rio Branco (IRBR)
Cargo: diplomata
N° de vagas: 26
Salário: R$ 18.059,83 (Inicial)
Status: em andamento
http://www.cespe.unb.br/concursos/irbr_18_diplomacia/

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
Cargo: analista I, técnico I e auxiliar institucional
N° de vagas: 411
Salário: R$ 3.419,97 a R$ 5.035,29
Status: em andamento
http://www.cespe.unb.br/concursos/IPHAN_18/

PBH Ativos S/A
Cargo: técnico administrativo, analista administrativo financeiro, analista contábil e analista jurídico
N° de vagas: 12
Salário: R$ 3.150 e R$ 5.775
Status: em andamento
www.ibgpconcursos.com.br
Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
Cargo: juiz de direito substituto
N° de vagas: 120
Salário: R$ 26.125,17
Status: em andamento
www.consulplan.net

ENCERRADOS

Câmara Municipal de Juiz de Fora
Cargo: níveis médio, médio/técnico e superior
N° de vagas: 30
Salário: R$ 1.526,57 a R$ 4.725,07
Status: encerrado
www.consulpam.com.br

Prefeitura de Contagem
Cargo: vários
N° de vagas: 13
Salário: R$ 1.039,13 a R$ 2.276,41
Status: encerrado
http://www.contagem.mg.gov.br/se?=concursos


* Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa

Fonte Em.com.br
Policial militar que matou assaltante recebe homenagem em Porto Alegre

Soldado reagiu ao presenciar criminoso levar carro de casal que voltava do hospital
Soldado de 25 anos, primeiro à esquerda, em homenagem pela atuação que resultou na morte do assaltante que atacou casal que voltava do hospital (Paula Sperb/VEJA.com)
“Tu foi um anjo que apareceu na nossa vida naquele momento. Não sei como te agradecer porque salvar uma vida não tem agradecimento suficiente. Continua assim”, disse a bancária de 31 anos ao soldado da Brigada Militar que defendeu ela e o companheiro em um assalto na noite de 24 de julho, no bairro Mont’ Serrat, em Porto Alegre. O policial matou o assaltante que tentou levar o carro que ela dirigia ao voltar para casa após deixar o hospital, onde estava o companheiro após quebrar um pé. Outros dois assaltantes conseguiram escapar.
O reencontro entre o casal e o policial ocorreu na manhã desta terça-feira, 31, durante uma homenagem ao profissional realizada pelo Instituto Cultural Floresta (ICF), entidade que doou 14 milhões de reais em equipamentos para os órgãos de segurança do Rio Grande do Sul.
Porto Alegre é uma das cidades mais violentas do país e tem uma taxa de homicídios maior do que a capital do Rio de Janeiro, onde há uma intervenção federal na área da segurança. O Rio Grande do Sul é o único estado da região com alta gradativa de assassinatos, conforme os dados do Atlas da Violência de 2018. Uma pesquisa mostrou que 10% dos gaúchos têm medo de morrer durante um assalto.
“Apenas cumpri com o juramento que fiz quando ingressei na Brigada Militar: dedicar-me inteiramente ao serviço policial militar, à manutenção da ordem pública e à segurança da comunidade, mesmo com o risco da própria vida. Tenho certeza que qualquer outro colega agiria do mesmo modo”, disse o soldado ao receber uma placa com a homenagem que ocorreu na Praça da Encol.
A esposa de um policial hospitalizado após ser baleado durante um assalto a ônibus também recebeu uma homenagem em nome do marido. Os nomes das vítimas e do policial são preservados por temerem represálias dos assaltantes que escaparam.
Com 25 anos e natural de Porto Xavier, o policial está há dois anos da Brigada Militar. Ele saía da academia quando presenciou o assalto. “Aconteceu muito rápido, foi algo instantâneo. Nesse momento eu falei ‘parado! polícia!’. Então, ele se virou para mim e para a vítima. Quando ingressei na Brigada Militar, passei por um curso de formação. Nesse curso aprendi todas as técnicas que demanda a cartilha policial. As vítimas ficaram contentes com a minha ação. A homenagem é muito importante para toda a corporação porque auxilia nosso fortalecimento”, disse o soldado a VEJA.

“Eu estava dirigindo após sair da farmácia para comprar os remédios receitados no hospital. Eu dirigia com o pisca alerta e devagar porque a rua tem muitos buracos, estava a uma quadra de casa. O impacto podia aumentar a dor do meu companheiro, que havia quebrado o pé há poucas horas. Eles se aproveitaram que eu estava devagar. ‘Perdeu, perdeu’, eles gritavam com as armas apontadas. Pedi calma porque estava difícil para o meu companheiro sair rápido do carro com o pé quebrado. Ele começou a bater no meu carro, saí e fui ajudar meu companheiro. Daí ouvi os tiros”, contou a mulher à reportagem, que já tinha sido assaltada com uma faca em outra ocasião.
“Ouvi os tiros quando estava fora do carro. Eles foram no vidro da frente, lembro do rosto dele perfeitamente. Cada um de nós saiu pelo seu lado do carro. Eu disse ‘por favor, estou com o pé quebrado, tenho que sair devagar’. Ele sentou no banco do motorista, onde morreu acelerando”, relembrou o homem que sofreu o assalto.
Segundo o presidente do IFC, Leonardo Fração, a homenagem ao policial é inspirada em práticas da sociedade civil mais comuns nos Estados Unidos. “Lá é o lugar onde o policial é ultra valorizado, onde ele nunca está esquecido pela sociedade. A sociedade está sempre agradecendo ele por fazer o trabalho dele”, explicou.

Fonte Veja

Anastasia lidera pesquisa CNT/MDA para o governo de Minas


Se a eleição fosse hoje, o tucano teria 21,5% dos votos, contra 13,3% do governador Fernando Pimentel


O senador Antonio Anastasia (PSDB) está na frente na primeira pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT/MDA) que mostra a intenção de voto dos eleitores mineiros, divulgada nesta terça-feira (31).

A pouco mais de dois meses da eleição, o pré-candidato tucano ao Palácio da Liberdade tem 21,5% da preferência do eleitorado, contra 13,3% que preferem a reeleição do governador Fernando Pimentel (PT).


No levantamento, o ex-prefeito Marcio Lacerda (PSB) tem 9,7% das intenções de voto. Na sequência aparecem Romeu Zema (Novo), Rodrigo Pacheco (DEM) e João Batista dos Mares Guia (Rede), respectivamente com 3,2%, 2,4% e 2%. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

De acordo com a pesquisa, 28,1% dos eleitores votariam em branco ou anulariam a decisão, se o pleito fosse hoje e outros 19,7% dizem estar indecisos.


Segundo turno


Em um eventual segundo turno entre Anastasia e Pimentel, a pesquisa mostrou que o tucano estaria eleito hoje com 33,6% dos votos, contra 21,6% de Pimentel. Neste cenário, os votos brancos, nulos e de indecisos somam 44,8% do total. Anastasia também vence na análise de um segundo turno disputado com Márcio Lacerda. Neste caso, o tucano aparece com 33% contra 19,6% do ex-prefeito socialista.

Já em uma disputa final entre Pimentel e Lacerda, o ex-prefeito de BH estaria hoje com 25,9% dos votos contra 23,1% de Pimentel. A diferença está dentro da margem de erro de 2,2 pontos percentuais.


Fonte Em.com.br

Drone é derrubado com tiro ao sobrevoar penitenciária no interior de Minas


O objeto transportava celulares, carregadores, uma serra e uma pequena quantidade de maconha. O caso aconteceu em Ipaba


A criatividade de criminosos que tentam entrar com drogas e outros materiais ilícitos para dentro de cadeias impressiona. Já foram apreendidos entorpecentes dentro de bolos, achocolatados e até em solas de calçados. Desta vez, a tecnologia foi usada para tentar o transporte dos objetos. Mas, sem sucesso. Um drone acabou derrubado por agentes penitenciários em Ipaba, na Região do Vale do Rio Doce. O objeto voador foi atingido por um tiro. Celulares, uma pequena quantidade de maconha e uma serra foram apreendidos.


O caso aconteceu nesse domingo. O drone sobrevoava a Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho quando foi avistado pelos agentes. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), um tiro foi disparado pelo agente penitenciário e o objeto voador acabou caindo. Ele levava dois celulares, dois carregadores, um cartão de memória, três chips, uma serra e aproximadamente 100 gramas de substância semelhante a maconha.

De acordo com a Seap, um Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) foi feito pela administração da unidade prisional. O material apreendido foi encaminhado para a Polícia Civil. Não há informações para qual ou quais presos o material seria entregue. Um inquérito foi aberto para investigar o caso.

Uma das hipóteses para o uso da aeronave não tripulada é o aumento na fiscalização na cadeia. No início de julho, foi instalado um escâner corporal na unidade prisional.

Fonte Em.com.br

sexta-feira, 27 de julho de 2018

DECRETO INSTITUI NOVOS MODELOS DE IDENTIDADE PARA MILITARES E SERVIDORES CIVIS DA PMMG

Publicado hoje no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais o Decreto nº 47.457/2018, que institui os novos modelos de carteira de identidade para os integrantes da PMMG. Entre os documentos de identificação a novidade é a carteira de identidade funcional (CIF), expedida para os servidores civis da Polícia Militar de Minas Gerais.



Confirma o teor do documento na íntegra.


DECRETO Nº 47.457, DE 24 DE JULHO DE 2018.

Dispõe sobre os documentos de identificação do pessoal da Polícia Militar de Minas Gerais e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, no uso de atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 90 da Constituição do Estado e tendo em vista o disposto na Lei Federal nº 7.116, de 29 de agosto de 1983, na Lei Federal nº 12.037, de 1º de outubro de 2009, e no inciso XVIII do art. 37 do Decreto nº 11.636, de 29 de janeiro de 1969,

DECRETA:

Art. 1º – Ficam instituídas, como documentos de identificação do pessoal da Polícia Militar de Minas Gerais – PMMG –, a Carteira de Identidade Militar – CIM –, a Carteira Especial de Identidade – CEI – e a Carteira de Identidade Funcional – CIF –, documentos individuais, de fé pública e validade em todo o território nacional, que conterão os dados necessários à identificação do militar e do servidor público civil do quadro de pessoal administrativo da PMMG.

Art. 2º – Os documentos de identificação do pessoal da PMMG observarão o seguinte:
I – a CIM e a CEI serão fornecidas aos oficiais e praças da ativa, da reserva remunerada e reformados da Corporação;
II – a CIF será fornecida aos servidores públicos civis ativos ocupantes de cargo de provimento efetivo e servidores públicos civis ocupantes de cargo de provimento em comissão, em efetivo exercício na PMMG, segundo normas editadas pelo Comandante-Geral.

Art. 3º – Os documentos de identificação do pessoal da PMMG serão confeccionados com as seguintes características, alternativamente:
I – papel filigranado, impressão em off set ou a laser, com a inscrição PMMG incorporada a um fundo artístico exclusivo, formato retangular, com as dimensões de 100x68 mm;
II – cartão em material sintético, impressão a laser, com fundo artístico exclusivo, formato retangular, com as dimensões de 85x54 mm.

Parágrafo único – A CIF será confeccionada exclusivamente em cartão produzido com material sintético, impressão a laser, com fundo artístico exclusivo, formato retangular, com as dimensões de 85x54 mm.

Art. 4º – É facultado à PMMG a expedição dos documentos de identificação previstos neste decreto, em meio eletrônico, sem prejuízo da expedição em meio físico.

Parágrafo único – Os documentos de identificação do pessoal da PMMG em meio eletrônico deverão:
I – atender aos requisitos de segurança, integridade, validade jurídica e interoperabilidade, nos termos da legislação vigente;
II – permitir a checagem dos dados pelas autoridades públicas com ou sem conexão à internet.

Art. 5º – Os documentos de identificação do pessoal da PMMG conterão os seguintes elementos:

I – Carteira de Identidade Militar:
a) brasão e nome do Estado de Minas Gerais;
b) estandarte histórico da Corporação;
c) referência a este decreto;
d) para o modelo de papel filigranado, fotografia colorida no formato 3x4 cm, impressão da digital do polegar direito e assinatura do identificado; e) para o modelo de cartão em material sintético, imagem da face colorida, impressão digital do polegar direito e imagem da assinatura capturada do identificado;
f) as inscrições “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”, “POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS”, “CARTEIRA DE IDENTIDADE MILITAR”, “ESTE DOCUMENTO TEM FÉ PÚBLICA PARA FINS DE IDENTIDADE”, “VÁLIDA EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL”, “LEI FEDERAL Nº 7.116, DE 29 DE AGOSTO DE 1983”;
g) as informações referentes ao “nome, posto ou graduação, matrícula, filiação, documento de origem, data de nascimento, naturalidade, Cadastro de Pessoas Físicas – CPF –, Registro Geral – RG –, autoridade expedidora, local e data de expedição”;
h) Armas da República;

II – Carteira Especial de Identidade:
a) brasão e nome do Estado de Minas Gerais;
b) estandarte histórico da Corporação;
c) referência a este decreto;
d) para o modelo de papel filigranado, fotografia colorida no formato 3x4 cm, impressão da digital do polegar direito, assinatura do identificado e o triângulo da bandeira de Minas Gerais, com a inscrição “LIBERTAS QUAE SERA TAMEN”;
e) para o cartão em material sintético, imagem da face colorida, impressão digital do polegar direito e imagem da assinatura capturada do identificado;
f) as inscrições “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”, “POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS”, “CARTEIRA ESPECIAL DE IDENTIDADE”, “ESTE DOCUMENTO TEM FÉ PÚBLICA PARA FINS DE IDENTIDADE”, “VÁLIDA EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL”, “LEI FEDERAL Nº 7.116, DE 29 DE AGOSTO DE 1983”;
g) as informações referentes ao “nome, posto ou graduação, matrícula, filiação, documento de origem, data de nascimento, naturalidade, CPF, RG, autoridade expedidora, local e data de expedição”;
h) as inscrições “POLÍCIA” e “O portador tem porte livre de arma de fogo e franco acesso aos locais sob fiscalização policial e a ele devem ser dados todo apoio e auxílio necessários ao desempenho de suas funções”;
i) Armas da República;

III – Carteira Funcional de Identidade:
a) brasão e nome do Estado de Minas Gerais;
b) estandarte histórico da Corporação;
c) referência a este decreto;
d) imagem da face colorida, impressão digital do polegar direito e imagem da assinatura capturada do identificado;
e) as inscrições “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”, “POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS”, “CARTEIRA DE IDENTIDADE FUNCIONAL”, “ESTE DOCUMENTO TEM FÉ PÚBLICA PARA FINS DE IDENTIDADE”, “VÁLIDA EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL”, “Lei Federal nº 7.116, de 28 de agosto de 1983”;
f) as informações referentes ao nome, cargo, matrícula, filiação, documento de origem, data de nascimento, naturalidade, CPF, RG, autoridade expedidora, local e data de expedição;
g) Armas da República;
h) a inscrição SERVIDOR PÚBLICO CIVIL.

Parágrafo único – Podem ser inseridos nos documentos de identificação outros elementos que possam aperfeiçoar e assegurar a identificação do militar e do servidor público civil do quadro de pessoal administrativo da PMMG, bem como aprimorar a funcionalidade do documento.

Art. 6º – Os documentos de identidade a que se refere este decreto serão expedidos com base no processo de identificação biográfica – datiloscópica e de imagens – e demais dados relativos ao identificado, extraídos da certidão de nascimento ou de casamento, do CPF, do Ministério da Fazenda e do Sistema Nacional de Registro de Identificação Civil – Sinric.

§ 1º – Os documentos de identificação farão prova dos dados neles incluídos, dispensando-se a apresentação dos documentos que lhes deram origem ou que neles tenham sido mencionados, como disposto no art. 6º da Lei Federal nº 7.116, de 29 de agosto de 1983.

§ 2º – O militar e o servidor público civil do quadro de pessoal administrativo da PMMG que, em virtude de matrimônio ou decisão judicial, tiverem seu nome alterado deverão ser novamente identificados, nos termos deste decreto.

Art. 7º – O Comandante-Geral editará normas complementares, visando disciplinar:
I – os critérios de fornecimento da CIM, da CEI e da CIF;
II – as condições gerais de uso e controle dos documentos de identificação;
III – as cores, mecanismos de segurança, recursos tecnológicos funcionais e informações complementares a serem adotados nos documentos de identificação.

Parágrafo único – Os elementos caracterizadores dos modelos de documentos de identidade mencionados no art. 5º poderão ser alterados por ato do Comandante-Geral.

Art. 8º – Os documentos de identificação emitidos anteriormente à vigência deste decreto ou que forem expedidos com base no Decreto nº 40.146, de 16 de dezembro de 1998, continuarão válidos enquanto não houver o seu recolhimento e a sua substituição pelo novo modelo instituído.

Art. 9º – Fica revogado o Decreto nº 40.146, de 16 de dezembro de 1998.

Art. 10 – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, aos 24 de julho de 2018;

230º da Inconfidência Mineira e 197º da Independência do Brasil.

FERNANDO DAMATA PIMENTEL

Fonte Policia Pela Ordem

NOVA MODALIDADE DE TPB "SEMIPRESENCIAL" VEM CONQUISTANDO OS MILITARES


O novo formato do Treinamento Policial Básico (TPB), implantado nesse biênio (2018-2019), vem conquistando a aprovação da tropa. Agora parte das disciplinas são vistas presencialmente e outra parte na modalidade de Ensino à Distância (EAD), inclusive a avaliação.

Além disso, o novo formato diminuiu o tempo de permanência dos militares na Academia, disponibilizando mais rapidamente o militar para sua rotina na Unidade.

COMO FICOU O TPB

O novo TPB é divido dentro da semana em duas turmas, sendo uma de segunda (chamada às 7:15h) à quarta-feira (liberação às 12:30h), e a outra de quarta (chamada 12:15h) à sexta-feira (liberação às 16:40h).

Nesse novo formato apenas as provas de tiro policial, defesa pessoal e avaliação física são feitas na modalidade presencial sendo as demais avaliadas à distância, através de uma prova de múltipla escolha disponibilizada após o acesso e leitura ao conteúdo das disciplinas obrigatórias (Prontosocorrismo Policial e Tecnologias de Apoio à Atividade Operacional), no próprio sistema da intranetPM. A prova pode ser realizada, inclusive, com a consulta ao Guia de Treinamento do TPB, que pode ser baixado na própria plataforma intranetPM, disponível na pasta de todas as disciplinas.

Esse biênio (2018-2019) as disciplinas estudadas são:
* Abordagem a Veículos;
* Atividade Prática Interdisciplinar;
* Atuação Preventiva e Visibilidade;
* Defesa Pessoal (EAD);
* Medidas de Autoproteção;
* Procedimento Legais;
* Prontosocorrismo Policial;
* Treinamento com Arma de Fogo (TCAF); e
* Tecnologias de Apoio a Atividade Operacional.



TESTE FÍSICO

A Avaliação Físico Militar é uma das disciplinas presenciais do TPB e também apresenta mudanças interessantes. Agora o militar pode ser dispensado da avaliação de algumas das modalidades de teste, como a barra, a corrida ou a abdominal, desde que seja justificado pelo médico da Unidade do militar quando do controle fisiológico. Dessa forma, por exemplo, se o militar dispensado da barra, por apresentar problemas no ombro, ele fará a corrida e a abdominal normalmente, valendo a média das notas dessas duas modalidades como nota final na disciplina (Avaliação Físico Militar).


DEFESA PESSOAL MILITAR

Na disciplina de Defesa pessoal não existem mais aulas presenciais, o que é uma grande mudança em comparação com aos biênios anteriores. Antes haviam aulas de defesa pessoal, com um professor ensinando técnicas de imobilização, algemação, defesa e ataque.  Agora as aulas são disponibilizadas através de vídeos com a demonstração das técnicas e há uma avaliação (prova) presencial, em que são cobradas as técnicas ensinadas nas vídeo-aulas. A prova prática tem o valor de 2 pontos. Há a previsão de trinamento antecipado pela Unidades antes que os militares sejam escalados para o TPB, porém alguns militares relataram que isso não vem ocorrendo.



TIRO POLICIAL

A disciplina Tiro Policial é composta de uma parte presencial de treinamento em sala de aula, quando são repassados os fundamentos de tiro, os procedimentos adotados no estande de tiro e a forma de avaliação da prova prática. A prova prática é bem tranquila, com 10 disparos efetuados a uma distância de 5 metros e outros 10 disparos efetuados à distância de 15 metros, em pé e ajoelhado, atrás da barricada.



VOLTA AO SERVIÇO NAS UNIDADES

24 horas após o encerramento do treinamento o militar é liberado para empenho normal na Unidade, ou seja, para os militares que terminarem o treinamento na quarta-feira às 12h30min, poderão ser empenhados no serviço normal à partir de 12h30min de quinta-feira. Porém, algumas Unidades têm liberado o militar na quinta-feira, voltando ao empenho apenas na sexta-feira. Isso proporciona ao militar a oportunidade de realizar a avaliação online na quinta-feira.


APROVAÇÃO DA TROPA

Em uma pesquisa informal realizada pelo Blog Polícia PELA ORDEM, os militares que já participaram do treinamento nesse biênio (2018-2019) aprovaram o novo formato do TPB.


ESTACIONAMENTO

A informação é de que foram disponibilizados algumas credenciais para os militares do TPB estacionaram na APM. Para os que não conseguirem a credencial ou não quiserem estacionar na APM, existe um estacionamento em frente ao Clube dos Oficiais (ao lado da Citerol) que cobra o valor de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) pelos três dias de TPB.


PONTOS NEGATIVOS

Alguns militares afirmaram que um dos pontos negativos é o fato de não haver o treinamento prévio de defesa pessoal nas Unidades, sendo os militares submetidos a avaliação sem um preparo prévio. Relataram também que só tiveram acesso às vídeo-aulas de Defesa Pessoal no dia da prova e sugeriram a liberação dos vídeos para todos na IntranetPM.

Alguns poucos mencionaram problemas de acesso à plataforma, inclusive com a prova, porém informarem que levaram a situação ao conhecimento do TPB e imediatamente os problemas foram resolvidos.

Outros sugeriram que melhor seria se o TPB fosse realizado pelas Unidades de lotação dos militares, pois alguns que são lotados na 3ªRPM ainda consideram o gasto com deslocamentos e alimentação elevados.

Por se tratar de um "novo modelo" (muito recente ainda), algumas falhas surgirão, porém além de proporcionar uma economia aos "cofres do Estado", com redução dos honorários de aulas para os professores, traz economia também para os militares, com redução de gastos com transporte e alimentação, além do estacionamento.

A modalidade EAD é uma tendência mundial e a PMMG não poderia ficar de fora!



Fonte Policia Pela Ordem

ESTATÍSTICA CANDIDATOS POR VAGA CFSD PMMG 2016 E 2017

Estamos chegando no dia de encerramento das inscrições para o concurso CFSd PMMG 2019 (curso de formação de soldados) e para os que ainda não decidiram onde concorrerão às vagas, o Blog Polícia PELA ORDEM vai dar uma mãozinha com o histórico de concorrência (relação candidatos por vaga) dos concursos anteriores.

Lembrando que as inscrições para o concurso vão até o dia 30/07 (segunda-feira).

O último concurso para o cargo de soldado da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) a exigir como requisito de ingresso o nível médio de escolaridade foi em 2016, ano em que a Instituição publicou dois editais, um para a Capital e outro para a RMBH. No concurso para a Capital a escolaridade ainda era de nível médio. Já no concurso para o interior do Estado o requisito de escolaridade sofreu alterações, passando a exigência do nível superior de escolaridade, o que permanece nos dias atuais.

Desde 2016 a PMMG vem exigindo o nível superior de escolaridade para o ingresso na carreira policial militar.

No último concurso de nível médio de escolaridade (em 2016) a PMMG registrou 101.634 inscrições, chegando a uma relação de 60 candidatos por vaga para homens e 183 candidatas por vaga para as mulheres. *informações cedidas pelo CRS/PMMG.

No primeiro concurso a exigir o nível superior de escolaridade também em 2016, a quantidade de inscritos para o concurso caiu consideravelmente, passando dos mais de 101 mil inscritos para apenas 1590 inscritos. Nessa nova realidade a relação candidatos por vaga caiu bastante, passando para 9,23 candidatos por vaga para os homens e 41,21 candidatas por vaga para as mulheres.

Porém, é importante esclarecer que nos primeiros concursos a exigir o nível superior de escolaridade a PMMG não constou de forma clara que aceitaria o curso sequencial como sendo um curso de nível superior e, aliás, esse curso ainda era muito pouco conhecido pelos candidatos. Agora, constando expressamente no edital que o curso sequencial será aceito a quantidades de inscritos para concorrer às 1560 vagas, COM CERTEZA, será muito maior. Pois até mesmo para os que ainda sequer começaram a fazer um curso de nível superior ainda dá tempo, já que o curso sequencial pode ser concluído em até 3 meses.

Confira abaixo os quadros que demonstram quais as regiões foram menos concorridas nos concursos anteriores:

As setas em VERMELHO mostram qual a Região foi a mais concorrida.
As setas em VERDE mostram qual a Região foi menos concorrida.

*informações cedidas pelo CRS/PMMG.








Fonte Policia Pela Ordem

Governo de MG derruba obrigatoriedade de pagar no 5º dia útil

Liminar foi concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli

A Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais conseguiu por meio de liminar concedida pelo ministro Dias Toffoli do Supremo Tribunal Federal (STF), suspender a decisão da desembargadora Albergaria Costa que obrigava o Estado a pagar os servidores da Educação até o 5º dia útil e sem parcelar o salário. A decisão da Suprema Corte foi proferida terça-feira (24) e publicada na quarta (25).

Em sua defesa, o Estado alegou que a decisão da magistrada mineira contrariou entendimentos do Tribunal de Justiça de Minas Gerais e em tribunais superior, que permitem o escalonamento e entendem a crise financeira notória dos Estados e da União.

Por fim, a defesa disse que "os gastos com pessoal não acompanhou o ritmo do crescimento da receita do Estado, a tornar inevitável a adoção do escalonamento efetuado, ressaltando que esse não feriu direito adquirido dos servidores, destacando, em arremate, a existência de inúmeros precedentes a corroborar a legalidade de sua posição."

O ministro Dias Toffoli, ao conceder o pedido feito pelo Estado, entendeu que a suspensão do parcelamento no pagamento dos salários dos servidores da Educação pode comprometer o equilíbrio orçamentário obtido pelo Estado, colocando em risco o pagamento dos salários dessa e de outras categorias de servidores, no futuro.

Toffoli declarou ainda que os documentos apresentados pelo Estado, baseados em notas técnicas elaboradas pela Secretaria do Tesouro do Estado, demonstram a "penúria financeira" que o Estado tem passado, demonstrando a queda nas expectativas de arrecadação.

Em contato com a reportagem de O TEMPO, o advogado geral do Estado, Onofre Batista, disse que a decisão era esperada. "Não se paga em dia porque não se quer mas porque a crise financeira é grave e avassaladora. É preciso ter paciência e reverência à realidade", disse.

A Advocacia Geral do Estado também tentou recorrer da decisão no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Entretanto, o recurso foi distribuído justamente para a desembargadora Albergaria Costa, que proferiu a decisão de obrigar o Estado a pagar os servidores da educação no quinto dia útil e sem o parcelamento. Entretanto, a magistrada está de férias e só retornará no próximo dia 31, o que atrasou a análise do recurso.

Decisão inicial

A decisão da desembargadora Albergaria Costa foi proferida no último dia 17. A magistrada atendeu a um pedido do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerai (SindUTE-MG) e determinou ainda uma multa diária de R$ 30 mil caso o Estado não cumprisse as ordens.

O sindicato afirmou que desde janeiro de 2016 o Estado implementou a política de parcelamento dos salários dos agentes públicos e não cumpriu com cronograma estabelecido. O Sind-UTE ainda argumentou que desde então o governo não “adotou medidas urgentes para regularizar a situação, em total desrespeito com os servidores, que dependem da remuneração para o sustento próprio e de seus familiares”. Para justificar o quadro a administração estadual alega dificuldades de arrecadação em caixa.

No texto, o sindicato que representa a área da educação também diz que o Executivo tem privilegiado parte do funcionalismo. Até este mês, não havia diferenciação no critério de pagamento entre as categorias profissionais.

Contudo, atualmente, a Secretaria da Fazenda informou que somente os servidores das áreas de segurança e da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) iriam receber até R$ 3.000 na primeira parcela e os demais profissionais somente até a metade.

Na decisão, a desembargadora reconheceu que o pagamento escalonado dos vencimentos surgiu como uma alternativa ao cenário de crise financeira, mas afirmou que já se passaram dois anos da adoção dessa medida temporária, sem qualquer sinal de regularização.

“Não se pode admitir que uma medida, a principio excepcional, se torne permanente, sem perspectiva de solução, causando enorme prejuízo aos servidores que dependem da verba salarial”, afirmou a juíza. Ela ainda declara que “o atraso dos pagamentos, sem previsão de normalização, ofendem os princípios da boa-fé, segurança jurídica e dignidade da pessoa humana – também componentes do ordenamento – colocando as classes mais necessitadas do funcionalismo público em situação de franca necessidade”.

Parte do funcionalismo da ativa , aposentados E pensionistas não recebeu a 2ª parcela até agora

Parte do funcionalismo da ativa , aposentados E pensionistas não recebeu a 2ª parcela até agora


Fonte Blog da Renata

Minha eterna continência

*Vc usou:*

*capacete
*casquete
*quepe
*bico de pato
*boina marrom
*boné marrom...
*sua farda era de brim ou terbrim?
*usou sapato marrom ou borzeguim?
*Trabalhou na escala 12X24 12X48 com chamada semanal no horário de folga e repescagem nas festividades?
*tirou guarda de quartel, guarda de cadeia/presídio, posto comunitário?
*trabalhou em Jeep Willians, Fiat 147, Fusca, Chevett, Veraneio, Opala, Caravan, Prêmio, Elba, C20, Ipanema, F1000 e Kombi?
*teve carteira da CBPM?*teve carteira de identidade e carteira especial de Polícia?

*Parabéns* Vc passou por uma das melhores fases da Polícia Militar ou Bombeiro Militar.

Parabéns aos nobres companheiros da reserva/ reformados e ou da ativa que até hoje honram a grandiosa e gloriosa PMMG!

Minha eterna continência


Fonte Blog da Renata

quinta-feira, 26 de julho de 2018

LIMINAR – DESPEDIDA DE UM GUERREIRO

Queridos amigos e companheiros de farda, e com muito pesar que nesta data, estará sendo publicada minha exclusão da PMMG, saindo das fileiras da grandiosa corporação que me acolheu desde 2008. Dediquei quase 10 anos de efetivo serviço no 44º BPM ALMENARA-MG,  em prol da sociedade e do cidadão de bem. Me sinto honrado pelos anos prestados com orgulho, dedicação, esforço, lealdade, honestidade, e acima de tudo, fiel aos companheiros. Fiz o melhor de mim, sabendo que não ia agradar a todos, porém, fiz com amor, e dedicação. Peço desculpas aos amigos e companheiros o qual, tratei de uma maneira que não se sentiu bem, mas, dentro de mim, saiu de cabeça erguida, e sem nenhuma a maldade no coração. Agradeço a Polícia Militar do Estado de Minas Gerais pelo acolhimento nesses quase 10 anos de luta. Não quero aqui criticar ao profissional que me avaliou no ITEN 7 – BAIXO NÍVEL INTELECTUAL - TESTE DOS RELOGIOS o qual fui submetido, nas fases do concurso em 2008. A minha contra indicação para o teste o qual fui submetido, foi um teste de desenhos, o qual, não tinha entendido e solicitei a sra. que estava aplicando o teste outra explicação,, porém, a mesma, que aplicava o teste, não quis retornar a minha cadeira, para explicar novamente. Travei neste teste, e saberia que não iria ter êxito neste teste. Quando peguei o resultado no CRS fui contra indicado neste teste acima que citei: no ITEN 7 – BAIXO NÍVEL INTELECTUAL, não concordando com a minha CONTRA-INDICAÇÃO, procurei uma psicóloga pra me explicar a minha contra-indicação, e a mesma me relatou: sr. Lucas você  foi CONTRA-INDICADO  no teste dos relógios, teste de inteligência, BAIXO NÍVEL INTELECTUAL, pra mim, este teste, falando a grosso modo, me senti um “BURRO”, dando a entender,  insuficiência de inteligência. Ressalto que desde 2008 quando ingressei no 44º BPM, trabalhei em diversas áreas da ADMINISTRAÇÃO como: P5, P4, ALMOXARIFADO, e por ultimo: POR 5 ANOS TRABALHREI NA SEÇÃO TIC – TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, deste batalhão, agora me pergunto? Como esse teste da PMMG, me CONTRA-INDICA NO ITEN 7 – BAIXO NÍVEL INTELECTUAL, se trabalhei em diversas áreas que precisa de nível intelectual? Me desculpa, mas tem muita coisa errada que tem que ver revista. Mesmo horrorizado, porém, os testes são assim, e mesmo com uma LIMINAR, o qual tinha impetrado, hoje acabara de cair...é a vida que segue...mas não concordando com essa minha contra indicação nunca.  Tenho meu laudo guardado até hoje, e sei que dentro de mim, era uma dor muito grande em saber que essa contra indicação era pura aberração, mas Deus sabe de todas as coisas. É das dificuldades que abrimos uma oportunidade, como mesmo aprendi na PMMG. deixo aqui meus sinceros agradecimentos a toda tropa da PMMG, por tudo que me concedeu....Mas tenho certeza que dentro das minhas veias, sempre correrá  o sangue de Tiradentes. Ninguém sabe a dor que um pai de família, honesto, correto, ficha exemplar, ótimo amigo, esta sentindo neste momento, mas Deus é justo e acredito somente nele, pois é o JUIZ DOS JUÍZES...GRANDE abraço a todos os amigos e se precisarem de mim, será  um prazer atender aos companheiros que sempre esteve ao meu lado.
Obrigado aos amigos por tudo que aprendi, pois sem vocês, não seria nada...
Polícia Militar: nossa Profissão, sua vida

DE TIRADENTES
Respeitosamente,
Cb PM Lucas Ferreira Oliveira.


Fonte Blog da Renata

É com pesar que comunico o falecimento da Sra. Maria da Conceição Ribeiro, mãe do Deputado Federal Subtenente Gonzaga, ocorrido hoje durante a madrugada.


Atraso da segunda parcela do salário deixa servidores e pensionistas revoltados


O novo atraso do pagamento da segunda parcela dos salários deixa servidores aposentados e pensionista de Minas Gerais indignados. Desde essa quarta-feira (25), data prevista para a quitação, vários servidores entram em contato com a Rádio Itatiaia para relatar o atraso do atraso.

Em nota enviada à redação da Itatiaia na noite dessa quarta-feira (25), a Secretaria da Fazenda respondeu que os depósitos estavam sendo feitos. Extraoficialmente, fontes da Itatiaia disseram que a expectativa era pagar todos até o fim do dia. Como isso não ocorreu, a quitação deve ocorrer nesta quinta-feira.

Neste mês, o governo alterou o critério de pagamento. Na primeira parcela receberam até R$ 3 mil apenas servidores da segurança pública e da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig). Para os demais servidores, a regra é depositar até R$ 1.500 na primeira e segunda parcelas e o restante na terceira. 

“É um absurdo. Aposto que o pagamento dele (Pimentel) está na conta. Tive 17 AVCs, tenho problema na coluna, não consigo andar e preciso do dinheiro para comprar meus remédios. Mas só recebi a metade da primeira parcela e a segunda nem foi depositada”, disse a pensionista Fátima, que ligou na manhã desta quinta-feira.

A terceira parcela é prevista para o próximo dia 31, terça-feira da semana que vem.

Fonte Itatiaia

Se Janaina Paschoal não aceitar, Bolsonaro cogita Marcelo Álvaro Antônio como vice


Apesar de o Partido Social Liberal (PSL) ter confirmado a indicação de Jair Bolsonaro como candidato à Presidência da República durante a convenção partidária nacional realizada neste domingo (22), no Rio de Janeiro, a dúvida sobre quem ocuparia a vaga de vice na chapa persiste. Afim de buscar outras alternativas, Bolsonaro anunciou em entrevista coletiva após o evento que já pensa em outros dois nomes: o do ex-deputado e presidente de honra do PSL, Luciano Bivar (PE), e o do deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (MG).

O anúncio de Bolsonaro deixou Marcelo Álvaro animado com a ideia de poder compor chapa com o militar reformado. O político afirmou que há negociações para que isso se oficialize. “Temos conversado muito nos últimos dias. A indicação do meu nome seria uma solução caseira. O partido, obviamente, tem bons nomes, porém a indicação do meu seria uma honra. Se for isso, estarei pronto para a missão”, disse o deputado federal Marcelo Álvaro Antônio. “Mesmo assim, não tem nada decidido. Temos cerca de 20 dias para uma decisão final, então vamos aguardar”, completou.
O parlamentar é defensor da candidatura de Bolsonaro há tempos e ajudava na articulação. Quando o militar reformado ensaiou a ida para o PEN (com a mudança de nome para Patriota), Marcelo Álvaro assumiu o comando da sigla no Estado para organizar a candidatura de Bolsonaro. Como o “casamento” entre o então pré-candidato e o PEN não deu certo, ambos foram para o PSL.
O nome de Marcelo Álvaro é o quarto a ser cogitado para a vaga. O primeiro foi o do senador Magno Malta (PR-ES), que recusou trocar a tentativa de reeleição no Senado pela disputa ao Planalto. O segundo nome cogitado foi o do general Augusto Heleno Ribeiro. Este chegou até a aceitar o convite para compor a chapa de Bolsonaro como vice, entretanto, o PRP, partido ao qual ele é filiado, vetou a aliança com o PSL.
O terceiro e que ainda é o principal nome no momento é o da jurista e uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseff (PT), Janaina Paschoal. Os dois se encontraram pela primeira vez na convenção, entretanto nenhum acordo ainda foi fechado. Para o pré-candidato, questões pessoais ainda a impedem de dar uma resposta. “Ela recebeu convite há pouco tempo e tinha a pretensão de disputar a Assembleia de São Paulo. Com a vice-Presidência, ela teria sua rotina totalmente alterada. Por isso, precisa consultar a família”, afirmou Bolsonaro.
O discurso de Janaina na convenção do PSL também causou mal-estar entre aliados de Bolsonaro. Em sua fala, ela criticou seguidores do militar reformado e se disse preocupada, em caso de vitória, de não ter governabilidade. “Não se ganha a eleição com pensamento único e não se governa uma nação com pensamento único”, disse. Com a recusa do PR e do PRP para uma possível coligação, Bolsonaro conta hoje com apenas sete segundos de tempo na TV e no rádio. (Bruno Menezes)

Fonte O Tempo

Aprovado projeto de lei que garante maior proteção de dados pessoais de vítimas, testemunhas e servidores públicos em ocorrências


Acaba de ser aprovado em 2º turno, pelo Plenário da Assembleia, o Projeto de Lei (PL) 1.083/15, do deputado Sargento Rodrigues, que limita o acesso aos dados de boletins de ocorrência e prevê medidas de proteção a vítimas, testemunhas, policiais e agentes de segurança envolvidos no registro.

O objetivo o deputado ao propor tal lei é preservar o sigilo dos dados das partes e servidores que constem dos boletins de ocorrência, de modo garantir sua segurança, sem retirar o direito de acesso às informações pelas pessoas legalmente indicadas. “No formato atual, qualquer pessoa pode ter acesso aos dados dos envolvidos na ocorrência, principalmente das vítimas, como número de documentos, filiação, endereço. Sem falar nas testemunhas, muitas vezes de crimes graves, que não querem ter seus dados expostos, e também do agente público, que poderá ter seu nome protegido em situações de segurança. A nova lei, protege os dados pessoais de vítimas, testemunhas e dos profissionais envolvidos na ocorrência”, afirma Sargento Rodrigues.

A autoridade policial deverá adotar medidas de proteção a vítimas, testemunhas e servidores (policiais civis e militares, bombeiros, agentes penitenciários e socioeducativos). A lei vai assegurar a restrição da divulgação de dados pessoais sempre que houver risco à segurança das pessoas envolvidas. Ao mesmo tempo, resguarda o acesso à informação pelas partes, pelo Ministério Público e pelas autoridades judiciárias.

A matéria segue para sanção do Governador.