Sigam-me!!

Sigam-me!!

Sigam-me

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

AMT PM/BM e CEC estabelecem parceria!


O presidente da AMT PM/BM, o Sgt Robledo Manoel dos Santos, esteve esta semana no CEC - Conselho das Entidades Comunitárias, sob a presidência de Edval Cantuário, para filiar a entidade e estabelecer importantes parcerias em prol do associado. Em breve vamos divulgar.

sábado, 26 de setembro de 2015

Comandante da PM é contra a presença da corporação na UFU


Coronel Volney Marques se posiciona sobre convênio com a PM proposto pela universidade (Foto: Cleiton Borges)O coronel Volney Halan Marques, comandante da 9ª Região da Polícia Militar (RPM), é contra a presença da Polícia Militar (PM) nos campi da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), por acreditar que o índice de criminalidade na universidade não justifica o patrulhamento ostensivo e porque, para ele, a responsabilidade de realizá-lo, caso demandado, é da Polícia Federal (PF). A informação foi dada durante entrevista ao CORREIO de Uberlândia, na tarde de quarta-feira (23), quando o comandante foi questionado sobre a proposta de convênio encaminhada pela UFU ao comando geral da corporação, em Belo Horizonte, após uma tentativa de estupro contra uma jovem de 18 anos no campus Santa Mônica.

Para o coronel, outro fator que inviabiliza o trabalho da PM nos campi é o efetivo. “Para atuar lá, caso o comando geral decida por isso, precisaremos deixar de patrulhar alguma área na cidade para designar policiais”, afirmou. “Lá é uma área em que a PF deveria atuar, e não a PM. Se o comando geral mandar, vou cumprir, mas aí o patrulhamento será do jeito da PM”, disse.
Já o delegado da PF em Uberlândia, Carlos Henrique Cotta d’Angelo, afirmou que a corporação não tem função de polícia ostensiva de patrulhamento. “Toda e qualquer ocorrência criminosa que não envolver bens, serviços ou interesses da União não é de nossa responsabilidade. A vigilância faz segurança patrimonial e a PM faz segurança das pessoas”, disse.
O reitor da UFU, Elmiro Santos Resende, disse que a proposta de parceria com a PM dispõe sobre as situações de risco que, detectadas pela vigilância da instituição, poderiam contar com a ação militar. “Seriam três níveis de problema, sendo um primeiro resolvido internamente, o segundo com a atenção e prontidão da PM, caso precise atuar e o terceiro com a atuação direta, além de rondas pelos campi”, afirmou.
Reivindicação 
Depois da tentativa de estupro contra uma jovem de 18 anos, que ocorreu na tarde de segunda-feira (23), no campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), alunos da instituição se mobilizaram, via redes sociais e reuniões na universidade, para rediscutir a segurança nos campi. Uma manifestação para pedir melhorias na segurança e, por parte de alguns alunos, requerer a presença da Polícia Militar (PM) no campus foi marcada para esta sexta-feira (25), pela manhã.
Posicionamento
O Diretório Central de Estudantes (DCE) é contra a presença de policiamento ostensivo, segundo o coordenador geral Rodrigo Gonzaga. “Não achamos que a PM aqui teria evitado a tentativa de estupro, porque ela é resultado de diversos outros problemas sociais, inclusive, como o machismo e o pensamento, por parte dos homens, de que eles podem fazer o que quiserem”, afirmou. “Queremos melhorias na segurança e, por isso, propusemos uma reformulação imediata no sistema de segurança, com capacitação específica dos vigilantes e atuação mais direta e pontual”, disse Gonzaga.

Correio de Uberlândia

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Nova gestão, transparência total!



A diretoria executiva da AMT PM/BM se reuniu sábado último (19) no período da manhã no Clube Palmeiras Park, zona oeste da cidade, para prestar contas dos meses maio, junho, julho e agosto aos Conselhos deliberativos e fiscal, visando uma transparência total nos balanços mensais da entidade.
O Sgt Robledo – presidente da AMT, abriu a reunião dizendo que a partir deste mês as prestações de contas aos Conselhos serão realizadas mensalmente, em toda 1ª sexta feira de cada mês.
Dentre os assuntos abordados e anotados em ata, foram citados:

  •  a assinatura do contrato com os escritórios de advocacia em Uberlândia e Belo Horizonte, visando uma melhor cobertura das ações dos associados; 
  • visitas em vários clubes campestres e termais para convênios;
  • relatório dos protocolos de contas; 
  • apresentação do jornalista e assessor de imprensa, enfatizando uma nova forma de divulgação  utilizando todos os meios disponíveis.
  • um convênio importante que a reunião discutiu, foi a de assumir a Praça de Esportes do 17º BPM, transformando em complexo esportivo AMT PM/BM:
  • convênio com o Náutico Clube em Caldas Novas, com um aumento no número de carteiras, subindo de 80 para 120, possibilitando assim para que mais famílias possam usufruir deste clube, 
  • já está à disposição do associado um ônibus totalmente grátis para o transporte dos mesmos até o clube em Caldas, cujo agendamento é feito diretamente na AMT, por meio de reservas.
Outra pauta importante foi marcar a data da festa das Crianças, que será realizada dia 25 de outubro, domingo no período da manhã, bem como anotou sugestões para a escolha do melhor local, doação de doces, salgados e brinquedos.
Oportunamente, quem esteve presente foi o presidente do clube Palmeiras, o Sr. Marcos Costa e seu gerente de vendas, Sr. Cláudio, que apresentaram uma proposta de filiação  com descontos e que ficaram de estudar proposta ainda melhor.
Finalizando, o presidente do conselho fiscal, Sr. Paulo Sérgio dos Santos, leu o relatório de prestação de contas, sendo aprovado também pelo conselho deliberativo.
O Sgt Robledo agradeceu a presença de todos, lembrando que neste mês de outubro "vamos ter a festa do Dia das Crianças e no final do ano a festa de confraternização, SOMENTE PARA ASSOCIADOS." 

Renato Cury
Assessor de Imprensa


































segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Distúrbios do sono


Distúrbios do sono

Cansaço persistente, irritação, falta de atenção e queda de rendimento. Esses comportamentos, facilmente tachados de "preguiça" - na escola ou no trabalho - podem, na realidade, ser resultado de distúrbios do sono. E as consequências não param por aí: levam até ao risco de doença cardiovascular e depressão.
Segundo a dra. Stella Márcia Azevedo Tavares, médica coordenadora da Neurofisiologia Clínica do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), a quantidade de horas de sono necessária varia de acordo com a idade. “Adolescentes precisam dormir mais do que adultos, bem como crianças e idosos têm um padrão de sono diferente, que inclui cochilos à tarde”.


A médica explica que há três grandes grupos de distúrbios do sono:
  • insônias
  • sonolência excessiva
  • comportamentos anormais durante o sono
Para quem quer uma noite bem dormida ficam as orientações: “Não fazer exercícios fortes à noite, evitar as refeições pesadas e as atividades estimulantes - como assistir televisão - e ter um horário certo para dormir e acordar” ensina a médica.

Fases do sono

O sono tem diferentes fases:
  • o sono REM (Rapid Eye Moviment – Movimentos Oculares Rápidos) é o do sonho. Os grandes músculos do corpo ficam paralisados para evitar a vivência.
  • o sono NREM (que não tem os movimentos oculares), composto de quatro estágios, sendo 1 o mais superficial e 4 o mais profundo. Imagens mentais podem surgir nessa etapa; no entanto, não há conteúdo. Durante toda a noite, os estágios se intercalam.

Insônia

É o problema de sono mais comum na população brasileira. Caracteriza-se pela dificuldade em iniciar e manter o sono ou dormir de maneira não reparadora, o que acarreta repercussão nas atividades diurnas. A pessoa se sente cansada, irritada, sonolenta, com dores no corpo, desanimada, mal-humorada e apresenta alterações de memória.
  • Causasansiedade, estresse, depressão, maus hábitos - como a ingestão - próximo ao horário de dormir - de bebidas alcoólicas, cafeína, chás mate e preto (que funcionam como estimulantes), falta de horário para dormir e acordar, alimentação pesada, prática de exercícios físicos à noite, problemas familiares, econômicos e profissionais. Também causas orgânicas, como alterações na respiração.
  • Tratamento: um diagnóstico correto sobre o distúrbio e um estudo para descobrir a causa são essenciais. A partir daí, são indicadas as medidas psicológicas e medicamentosas necessárias para cada caso.

Sonolência excessiva

É caracterizada por muito sono ou sonolência nos momentos em que é necessário estar atento, como ao dirigir, em entrevistas, palestras ou cinema. Muitas vezes, é tão incontrolável que a pessoa chega a dormir em situações perigosas.
  • Causas: dormir menos do que o necessário ou ter distúrbios do sono como, por exemplo, a apneia do sono.
  • Tratamento: investigar a causa, levantar o diagnóstico e tratá-lo de acordo com o distúrbio encontrado. Se a causa for dormir menos do que o necessário, tentar aumentar as horas de sono.

Sonambulismo e terror noturno

Normalmente, manifestam-se em crianças.
No sonambulismo, enquanto dorme, a pessoa levanta da cama, anda pela casa e, ao acordar no outro dia, não se lembra de nada.
No terror noturno, a criança senta na cama e começa a gritar, parece apavorada; mas depois se deita novamente e também não lembra do fato.
Segundo a dra. Stella, não devemos acordar a criança durante o episódio, porque ela está em um estado de consciência que “mistura” sono profundo e vigília. “Ela pode ficar mais confusa e, às vezes, o episódio se prolonga. No sonambulismo e no terror noturno, a melhor postura é manter a calma e esperar passar”.
  • Causa: ainda não há uma explicação para esses dois distúrbios.
  • Tratamento: os dois problemas costumam desaparecer conforme a criança cresce. É necessário tomar providências apenas para evitar acidentes durante os episódios. Os adultos desenvolvem o sonambulismo como resultado de tensões emocionais, que devem ser tratadas.

Enurese

A criança urina na cama durante a noite.
Há dois tipos: enurese primária, em que crianças com mais de 5 anos não conseguem controlar a liberação de urina; e enurese secundária, em que conseguiam controlar e depois voltam a urinar.
  • Causa: não são encontradas no tipo primário. No outro caso, a enurese é proveniente de problemas emocionais. Foi constatado, recentemente, que o distúrbio também pode ser provocado pela falta de um hormônio antidiurético, responsável por controlar a urina.
  • Tratamento: se a causa for falta de hormônio, pode ser feito por meio de reposição. Também há tratamentos comportamentais.

Distúrbio comportamental do sono REM

É mais comum entre homens idosos, embora possa se manifestar em qualquer pessoa. A paralisia, característica normal desse estágio do sono, não acontece; portanto, a pessoa vivencia o que está sonhando. De acordo com dra. Stella, muitas vezes o comportamento é violento e as pessoas acabam com fraturas, cortes e machucando seus companheiros. Devem ser tomadas medidas de segurança - como manter janelas e portas trancadas - para evitar acidentes.
  • Causa: na maioria dos casos dos casos não é conhecida.
  • Tratamento: uso de medicamentos específicos, de acordo com avaliação médica.

Apneia

É um distúrbio com alta prevalência na população. Trata-se da diminuição ou interrupção da respiração por, no mínimo, 10 segundos. Com isso, despertar por várias vezes durante a noite é comum.
Segundo a dra. Stella, atinge mais os homens de meia idade acima do peso e mulheres após a menopausa, sendo que até mesmo as crianças ou pessoas de qualquer idade podem ser afetadas. Geralmente, a pessoa ronca, acorda cansada, às vezes com a boca seca, fica sonolenta e apresenta queda de rendimento, além de correr risco de doença cardiovascular.
  • Causas: obesidade, características físicas como o aumento das amígdalas (normalmente em crianças) ou, ainda, o estreitamento das vias respiratórias.
  • Tratamento: cirurgias, uso do CPAP (Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas) - aparelho que injeta, com pressão, ar comprimido no nariz e assim desobstrui a faringe de forma mecânica -, uso de aparelho dentário, emagrecimento e cuidado medicamentoso.

Como constatar

Além da observação dos parentes em torno de nossas atitudes enquanto dormimos, há a polissonografia, exame que tem o papel de analisar o paciente enquanto dorme.
Uma noite de sono monitorada por eletrodos e sensores, em um laboratório especializado, é a maneira de observar qual o distúrbio. São acompanhados os movimentos dos olhos e pernas, a atividade elétrica cerebral, a respiração, o teor de oxigênio no sangue, entre outras avaliações.
Segundo a dra. Stella, a polissonografia é o exame que avalia objetivamente o sono de uma pessoa. Ainda é o melhor método para investigar os distúrbios. “É um exame de excelência”, afirma. Antes de ir para o quarto, o paciente preenche um formulário com questões sobre seus hábitos. Na análise, leva-se em consideração o efeito da primeira noite – dormir em lugar diferente com vários aparelhos.
O exame do sono pode ser feito nas unidades Morumbi e Ibirapuera do HIAE. Ele é realizado à noite, de acordo com o horário habitual do paciente.
Publicada em fevereiro/2007
Atualizada em abril/2010

http://www.einstein.br/einstein-saude/bem-estar-e-qualidade-de-vida/Paginas/disturbios-do-sono.aspx


quinta-feira, 17 de setembro de 2015

AMT renova convênio com o Náutico Praia Clube – Caldas Novas GO




A AMT PM/BM por meio de sua diretoria, o Sgt Robledo – presidente, Sgt Bragança – financeiro e o Sgt Moraes – diretor de qualidade, estiveram dia 28 de agosto, no Náutico Praia Clube em Caldas Novas GO, para renovar o contrato e a parceria, na presença do gerente de vendas Sr. Carlos.  

Além desta renovação contratual, a atual gestão #vamosfazerjuntos conseguiu aumentar o número de carteiras para atender à demanda crescente, de 75 para 110 carteiras.

Outra novidade, é que a AMT PM/BM em breve realizará excursões gratuitas, transportando o associado para ter acesso ao clube, no intuito de que o mesmo possa passar o dia inteiro com sua família e amigos, com saída às 6h00 e retorno às 18h00. Em breve!

Assessoria de imprensa
Renato Cury


sábado, 12 de setembro de 2015

Concurso Polícia Militar - MG CFSD/2016 - Interior



Aberto primeiro concurso com exigência de nível superior para Soldado da PM-MG. São oferecidas 1.590 vagas para policiais, que atuarão no Interior.

A Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PMMG) publicou o edital DRH/CRS Nº 10/2015, para abertura de um novo concurso público de admissão ao Curso de Formação de Soldados do Quadro de Praças da PMMG (CFSD/QPPM) para o ano de 2016. Este é o primeiro concurso que exige dos candidatos a Soldado o diploma de nível superior em qualquer área.
São oferecidas 1.590 vagas, sendo 1.431 para homens e 159 para mulheres, com salário básico de R$ 3.049,05 na categoria de Soldado 2ª classe da PMMG. Para concorrer, os candidatos precisam ter entre 18 e 29 anos, altura mínima de 1,60m, dentre outras exigências.
As inscrições devem ser feitas somente pela internet, no site de seleções da corporação (www.pmmg.mg.gov.br/crs), entre os dias 10 de setembro e 13 de outubro de 2015. O valor da taxa é de R$ 122,95 e no ato da inscrição o candidato pode escolher em qual das 13 Regiões de Polícia Militar com vagas abertas ele pretende ingressar.
O concurso de admissão será composto de quatro fases: prova de conhecimentos (escrita objetiva e dissertativa, prevista para 13 de dezembro), exame de saúde, teste físico e avaliação psicológica e toxicológica. Os interessados devem acompanhar os locais e horários de cada fase pelo portal da Polícia Militar.  
Aqueles que forem aprovados em todas as fases, ingressarão no Curso de Formação de Soldados (CFSd) para o QPPM, que funcionará em Unidades do Interior do Estado. A duração da formação é de 09 meses e o início está previsto para 28 de julho de 2016, em tempo integral, com regime de dedicação exclusiva e atividades escolares extraclasse após as 18:00 horas, inclusive aos sábados, domingos e feriados. O cronograma da cada aavaliação será informsdo no www.pmmg.mg.gov.br/crs, sendo que a provável data da prova objetiva e de redação é 13 de dezembro de 2015.  
De acordo com o governo do Estado, a expectativa é de que os novos militares comecem a trabalhar em abril de 2017 nos municípios do interior de Minas Gerais.
O concurso terá validade de 30 dias, prorrogáveis uma única vez e por igual período, contados da data do resultado final/homologação.
Informações: https://www.policiamilitar.mg.gov.br/conteudoportal/uploadFCK/crs/10072015170337797.pdf


sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Aprenda seis exercícios para fazer em 15 minutos e se manter em forma

Preparador físico e reumatologista ensinam movimentos e dão dicas.

Na sopa do dia, veja os benefícios da tradicional receita de cebola em SP.

Apenas 15 minutos de exercícios em casa por dia podem fazer a diferença para o seu condicionamento físico e a sua disposição.
O preparador José Rubens D'Elia e a reumatologista Fernanda Lima, que coordena um laboratório de condicionamento físico, ensinaram o passo a passo de seis movimentos.
Para saber se essa aula de ginástica funciona mesmo, o repórter Filippo Mancuso foi à residência de duas telespectadoras, em São Paulo.
Se você tem problemas cardíacos, consulte um médico antes de praticar atividade física. Pessoas com problemas musculares ou nas articulações também só devem fazer exercícios após uma orientação profissional.
Além disso, é preciso respeitar os seus limites e fazer os exercícios no seu ritmo. Em caso de dor, pare imediatamente.
A sequência de exercícios abaixo foi desenvolvida especialmente para o Bem Estar pelo educador físico Mauro Guiselini, que se inspirou em uma série de exercícios "vintage", criados pelo médico Bill Orban nos anos 1950 para a Força Aérea canadense.


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Imagens exclusivas do desfile da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar de Uberlândia

Em comemoração ao 193º aniversário da Independência do Brasil, o tradicional desfile de 7 de Setembro foi programado para ocorrer no centro de Uberlândia contando com alguns participantes extras. O principal deles foram os 360 alunos da escola militar Colégio Tiradentes, convidados para a cerimônia pela primeira vez, já que a instituição foi inaugurada em Uberlândia este ano.
Escolas e entidades civis não participam de Desfile de 7 de Setembro
Desfile contou com militares do Exército (Foto: Celso Ribeiro)
Um imprevisto, porém, levou a Prefeitura a suspender a participação de alunos de 11 escolas da rede municipal de ensino e de agremiações civis que já estava programada. A assessoria de comunicação da prefeitura informou por telefone que o município foi informado no domingo sobre possíveis manifestações durante o desfile e por isso decidiu não levar os alunos e outras entidades ligadas ao município. De acordo com a assessoria, ainda no domingo, todas as agremiações que participariam do desfile foram informadas da decisão e encarregadas de avisar aos pais para que não levassem as crianças e adolescentes para desfilar.
De acordo com o coronel Volney Halan Marques, comandante da 9ª Região da Polícia Militar (RPM), a informação sobre uma possível realização de manifestações durante as comemorações do Dia da Independência foi detectada pelo serviço de inteligência da PM, mas a decisão de suspender a participação das escolas municipais e outros grupos civis ficou a cargo da Prefeitura. “A inteligência da PM fica sempre atenta em casos de manifestações populares e, para evitar um mal maior, repassamos essas informações às demais autoridades. Levantamos questões que envolvem o evento, mas a responsabilidade sobre quem vai ou não participar é deles, não é nossa”, disse.
Desfile aconteceu no setor central de Uberlândia (Foto: Celso Ribeiro)
Alunos do Colégio Tiradentes participaram do evento (Foto: Celso Ribeiro)
Segundo o comandante, ao final do evento, próximo à Praça Tubal Vilela, houve uma manifestação rápida, com um grupo erguendo uma faixa de protesto contra a corrupção e uma outra de teor político.
A abertura oficial do evento de 7 de Setembro teve início com o hasteamento da bandeira na praça Tubal Vilela, quando foi passada a tropa em revista por parte das autoridades, para em seguida acontecerem o desfile cívico militar e o desfile civil na avenida Floriano Peixoto. O desfile cívico militar e o civil tiveram como ponto de partida a rua Coronel Antonio Alves e a Praça Rui Barbosa como ponto de dispersão.
Participantes do desfile
No desfile cívico militar participaram autoridades e oficiais do 36º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federa, 5º Batalhão de Bombeiros Militar, Presídio Professor Jacy de Assis, Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga e Settran.
Já o desfile civil contou com a participação das secretarias municipais de Desenvolvimento Social e Trabalho, Educação, Prevenção às Drogas e Segurança Cidadã, Futel e Cultura.
Desfile aconteceu no setor central de Uberlândia (Foto: Celso Ribeiro)
Desfile aconteceu no setor central de Uberlândia (Foto: Celso Ribeiro)
Após participar do desfile como aluna do 5° ano do Colégio Tiradentes, a estudante Larissa Fonseca Rodrigues, de 10 ano, aguardava para tirar uma foto com o comandante. “Eu quero ser militar. É uma honra pra mim desfilar no dia de hoje. É uma oportunidade pois sei que muitas pessoas também gostariam de estar ali”, afirmou.
Depois de ser surpreendida com a notícia de que não iam mais desfilar, a integrante do Centro de Convivência do Idoso Nadir Lemos de Carvalho, 71 anos, lamentou. “Cheguei aqui e só tinha visto uma pessoa uniformizada. Fui perguntar porque e disseram que cancelaram por precaução por terem ouvido falar de uma manifestação”, disse. “Achei ruim. Estavam tão bonitos os ensaios. E fiquei tão cansada para vir. Vim exclusivamente para prestigiar minhas colegas”.
Jucelia Ana Azevedo Martins foi assistir às comemorações do Dia da Independência acompanhada de toda a família. “Estou com mais seis pessoas. Meu esposo, meu filho, um neto que está desfilando pelo Colégio Tiradentes, e mais três crianças, que são meus netos também. Estou achando bonitinho demais”.

Correio de Uberlândia
Fonte: